\imprensa Viva
.

PT escancara plano de implantar socialismo no Brasil, exige Lula presidente e desafia a constituição no 6º Congresso



O PT resolveu escancarar seus planos de continuar interferindo nos destinos do Brasil e na vontade dos brasileiros ao manifestar posições que afrontam a democracia e a Constituição em documento que servirá de base para o 6º Congresso Nacional do PT, que começa nesta quinta-feira (1) em Brasília.

No documento de cerca de 40 páginas, o PT afirma que "apenas a candidatura do ex-presidente Lula ao Planalto em 2018 será capaz de derrubar as medidas aprovadas pelo governo de Michel Temer". Isto significa que o partido não aceita respeitar a Lei da Ficha Limpa, caso Lula se torne inelegível em caso de condenação em segunda instância, conforme prevê a Lei.

"O PT lutará para impedir que os golpistas interditem o direito do companheiro Lula ser candidato à Presidência da República", diz o documento, que ataca o juiz Sérgio Moro e chama a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba de "regime de exceção".

No mesmo documento, o "PT rejeita qualquer possibilidade de eleição via colégio eleitoral, caso Temer tenha seu mandato cassado pelo TSE", conforme está previsto na Constituição e exige que a Carta Magna seja adaptada aos interesses do partido e de seu líder, com a modificação para convocar eleições diretas, caso Temer perca o cargo.

No documento, os petistas ameaçam desafiar as leis e a Constituição "O PT manifesta sua posição inegociável pelas Diretas Já e contra o golpe dentro do golpe. Enfrentamos quaisquer iniciativas das classes dominantes de impor eleições indiretas por meio de um colégio eleitoral".

Os petistas ainda prometem promover o maior retrocesso na agenda política do país
e ameaçam "tirar da pauta do Congresso as reformas trabalhista e previdenciária e derrubar medidas como a Lei de Terceirização, a reforma do Ensino Médio e a PEC do Teto de Gastos, que estabeleceu um limite para os gastos públicos".

Por fim, os petistas confessam seu desejo de implantar definitivamente o socialismo no Brasil: "Ao realizar o balanço deste período, não podemos deixar de enfatizar nossos êxitos. Não porque não tenhamos cometidos erros, tampouco porque tenhamos sido exitosos em, tudo. Aliás, se fosse assim, o golpe não teria ocorrido e viveríamos no socialismo".
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget