\imprensa Viva
.

Merval Pereira está indignado com a população. Defende Joesley Batista e diz que o Brasil está perdido sem a Globo



O jornalista Merval Pereira  fez um desabafo neste domingo sobre sua decepção com o fato da sociedade não ter se teleguiado pelo jornalismo da Rede Globo, que tentou atropelar todas as instituições do país e até mesmo a Constituição para fazer prevalecer seus interesses.

Revoltado, Merval Pereira afirma que sem a Globo, o Brasil está perdido. O jornalista acredita que sua opinião sobre os fatos deveria se sobrepor ao pensamento da sociedade. No texto abaixo, é nítida a indignação do jornalista por não ter conseguido impor suas opiniões e a linha editorial da Globo ao povo.

Claramente contrariado, Merval já começa seu artigo sentenciando que "Já não há mais possibilidade de um debate racional sobre a situação do país". O jornalista se queixa das opiniões controversas, algo que justamente enriquece qualquer debate. Merval não consegue ocultar seu desejo de impor a opinião do grupo empresarial que representa.

Sem esconder o corporativismo peculiar, Merval explora o fato de jornalistas terem sido constrangidos dentro de aviões por militantes políticos, algo realmente abominável, mas finge ignorar que setores da imprensa vibravam quando representantes da esquerda também foram hostilizados. É claro que Merval é incapaz de admitir que foi justamente a Globo e sua tentativa frustrada de derrubar Temer que ressuscitou esperança dos ativistas da esquerda, que andavam de cabeça baixa nos últimos tempos.

Mas a indignação maior do jornalista é sobre o fato da Globo ter usado uma transcrição falsa de uma conversa gravada por Joesley Batista com  Temer para instalar o caos no país e pedir a renúncia do presidente. Isso não é uma teoria conspiratória, como Merval tenta descrever. A Globo está há mais de trinta dias tentando derrubar o governo, mesmo antes das conclusões das investigações da Polícia Federal e antes das instituições do país cumprirem os procedimentos legais neste sentido. A prepotência da Globo está clara para a população, desde o dia 17 de maio, quando o Grupo de comunicação colocou todos seus empregados, entre eles o Merval Pereira, para pedir a renúncia de Temer no calor de um vazamento que posteriormente se revelou inconclusivo.

Mas Merval está tão desconectado quanto ao grau de discernimento da sociedade, estava tão convicto quanto o poder da Globo de manipular a opinião pública, que ainda não se deu conta do quanto soa ridículo ao continuar insistindo na mentira. "Quando procuram explicações conspiratórias para a denúncia jornalística de uma gravação do diálogo entre o presidente da República e um empresário, onde diversos crimes são descritos e abordados; é que a surdez deliberada de setores políticos e empresariais, por razões que vão da manutenção do poder ao interesse financeiro, domina o quadro político da mesma maneira que aconteceu quando o ex-presidente Lula ou a ex-presidente Dilma foram denunciados por crimes variados".

Merval acredita que apenas sua opinião e a da Rede Globo deveriam prevalecer e afirma que "Cada grupo político vê os acontecimentos da maneira que lhe convém, e o debate vai para o brejo. Agora disputa-se qual é a maior quadrilha em ação nesse país abandonado por Deus, que, diziam, era brasileiro. Só que não. O PT e o PMDB são acusados de terem organizado quadrilhas para manipular o governo, e existem fatos que demonstram que aos dois cabe o epíteto.

Merval ainda trata o criminoso confesso Joesley Batista com uma reverência até vergonhosa, considerando os 245 crimes que confessou ao MPF e os bilhões que admitiu ter roubado com a ajuda de Lula e Dilam" O dono da JBS, empresário Joesley Batista, na entrevista que deu à revista Época, avalia que a quadrilha do PMDB é a mais perigosa em ação, e enumera seus membros, todos presos ou assessores do Planalto"

Merval finge ignorar que na entrevista publicada pela Revista Época, da Globo, Joesley Batista citou Lula e o PT en passant, e justifica o foco nos ataques contra Temer. "Acho natural que o foco da vez esteja voltado para o presidente Temer, assim como já esteve prioritariamente voltado para o ex-presidente Lula".

Apesar da evidente tentativa da Globo de provocar desgastes no governo com a publicação de uma manchete tão apelativa como "Temer é o chefe da mais perigosa organização criminosa do Brasil", Merval parece desnorteado e ainda não conseguiu entender o que deu errado "É surpreendente que uma entrevista claramente de interesse público, já que o empresário que gravou o presidente da República não falara ainda para um órgão jornalístico, seja considerada estranha, ou parte de uma conspiração para a sua derrubada", queixa-se Merval.

O jornalista ainda tenta dar ar de dramaticidade para fatos exaustivamente explorados pelos vários portais da Globo  "Se não houvesse nada a ser delatado, Joesley Batista não teria importância para as investigações da Procuradoria-Geral da República. A conversa, em tom de sussurros, mesmo àquela hora da noite no subsolo do Palácio Jaburu, revelou os bastidores do submundo político e só pode ser considerada uma banalidade num país que já se perdeu!".

Talvez seria melhor se a Globo exigisse provas mais consistentes da da Procuradoria-Geral da República para tentar derrubar um presidente. O certo mesmo, tratando-se de um veículo de comunicação desta magnitude, seria informar com imparcialidade e aguarda o andamento dos processos e investigações conduzidos pelas autoridades. Se a PGR possui elementos concretos que podem definitivamente incriminar Temer, eles certamente aparecerão na denúncia que está sendo preparada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Merval finge ignorar que a Globo esteve por trás da manipulação vergonhosa do processo eleitoral Brasileiro para eleger um de seus sócios, Fernando Collor de Mello. Merval também se finge de desentendido sobre a revelação do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT_|SP), de que o vice-presidente das organizações Globo, João Roberto Marinho, foi até a sede do Instituto Lula em 2014 para tentar convencer o ex-presidente a se candidatar no lugar de Dilma.

Leia aqui a coluna de Merval Pereira
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget