\imprensa Viva
.

Lula afirmou a Moro que não conhecia Pedro Corrêa, mas foi desmentido por várias fotos apresentadas pelo ex-deputado



Há poucos dias, o ex-presidente Lula afirmou em depoimento ao juiz Sérgio Moro que mal conhecia o ex-deputado Pedro Corrêa (PP/PE). Não é de se surpreender que o petista tenha uma memória bastante seletiva, quando se trata de seu envolvimento em esquemas de corrupção. Durante seu interrogatório no mês passado, Lula falou "Não sei" 88 vezes, citou o nome da mulher Marisa Letícia, falecida em fevereiro, nada menos que 38 vezes e depois deu uma entrevista afirmando que não se incomoda de prestar depoimento. "Duro mesmo é falar de Marisa", disse Lula.

Sobre ex-deputado Pedro Corrêa, que Lula afirmou que mal conhecia, muitos ficaram surpresos com a declaração do petista. Nesta segunda-feira, coube ao próprio ex-presidente do PP desmentir Lula. Pedro Corrêa prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro e mostrou fotos de diversos encontros com o Lula à época em que o petista era presidente da República. O ex-parlamentar, cassado no Mensalão e condenado na Lava Jato a 20 anos e 7 meses, afirmou ao magistrado que não é "um desconhecido" de Lula, assim "como ele afirmou", em depoimento no processo sobre o triplex no Condomínio Solaris, no Guarujá.

"Gostaria inclusive de anexar depois essas fotografias para mostrar no processo que eu não era um desconhecido do presidente Lula, como ele afirmou que não tinha nenhuma relação comigo. Eu vivia no Palácio do governo. Porque eu era presidente do partido e, consequentemente, participava, pelo menos duas vezes por mês, das reuniões do conselho político", afirmou.

Pedro Corrêa é o homem que testemunhou o nascimento do mensalão e do petrolão, o mega esquema criminoso montado pelo PT para roubar a Petrobras. A testemunha ocular dos fatos inclusive apontou os integrantes das reuniões em fotos, por meio de videoconferência.

"Mas eu quero dizer que eu tenho aqui fotografias da reunião do conselho político do presidente, de despacho na sala do conselho com o ex-ministro Zé Dirceu (ex-ministro-chefe da Casa Civil de Lula). Estão aqui Zé Dirceu, Pedro Corrêa e Roberto Jefferson. Estão aqui Aldo Rebelo, Palocci, Lula, Zé Dirceu, Roberto Jefferson, Pedro Corrêa, Roberto Freire. Aqui, junto: uma outra reunião: estão aqui Waldemar Costa Neto, todos que eram presidentes de partido", indicou.

"E, aqui, no Palácio do Planalto, também uma reunião com o presidente Lula e a bancada do meu partido, deputados e senadores, onde estão presentes eu, o ministro Zé Dirceu, o presidente Lula e o deputado Pedro Henry", completou.

Durante o depoimento, Pedro Corrêa ainda disse "confirmar" que o Partido Progressista negociou junto ao governo Lula a nomeação de Paulo Roberto Costa à Diretoria de Abastecimento da Petrobras.

Lula é acusado por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em contratos firmados entre a Petrobras e a Odebrecht. São acusados nesta ação o empresário Marcelo Odebrecht, por corrupção ativa e lavagem de dinheiro; o ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Antonio Palocci, e Branislav Kontic, seu ex-assessor, ambos denunciados por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; e, ainda, Paulo Melo, Demerval Gusmão, Glaucos da Costamarques e Roberto Teixeira, por suposta lavagem de dinheiro.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget