\imprensa Viva
.

Joesley mantinha contas de R$ 480 milhões para Lula e Dilma na Suíça, mas diz que Temer que é o chefe da quadrilha



O criminoso confesso Joesley Batista, dono da JBS, empresa que se consolidou no mercado mundial graças aos esquemas de corrupção mantidos junto aos governos do PT de Lula e Dilma, confirmou em sua delação premiada que mantinha contas de R$ 480 milhões para os dois ex-presidentes petistas na Suíça.

No vídeo com seu depoimento à PGR, Joesley afirma com todas as letras que alertou pessoalmente o ex-presidente Lula sobre o volume de saques na conta mantida para o petista na Suíça. Joesley, que insinuou desconfiar que o ex-presidente estava sendo roubado por outros petistas, afirma que Lula ficou calado quando soube que os R$ 255 milhões que havia em sua conta havia evaporado, que tudo foi sacado por Mantega alegando gastos na campanha de Dilma. Lula ficou calado, pois sabia que Dilma também tinha uma conta com outros R$ 220 milhões. Joesley também confirmou em seu depoimento que tratou sobre o assunto diretamente com Dilma. O criminoso confesso esclareceu ao procurador-geral da República que não queria ser alvo de suspeitas e que queria deixar tudo bastante claro para Lula e Dilma sobre a movimentação das contas na Suíça.

Joesley estava preocupado com a possibilidade de que Mantega estivesse roubando dinheiro de Lula. O ex-ministro sugeriu então que Joesley abrisse uma nova conta exclusiva para Dilma.

O curioso nesta história toda é que, para quem confirmou ter mantido contas na Suíça para Lula e Dilma afirmar que Temer era o chefe da “maior e mais perigosa organização criminosa” do Brasil é no mínimo estranho. O executivo que ajudou o ministro Edson Fachin a conseguir sua cadeira no STF, Ricardo Saud. afirma que Temer recebeu R$ 1 milhão em propina. Saud disse que conversou "sozinho com Temer na calçada do escritório dele em São Paulo" quando o então vice presidente teria lhe recomendado entregar o dinheiro em determinado endereço.

Se Joesley confirma que R$ 480 milhões para Lula e Dilma em contas na Suíça, mas precisou pedir para que um diretor de sua empresa dissesse que deu R$ 1 milhão a Temer, como explicar o fato do suposto chefe da “maior e mais perigosa organização criminosa” do Brasil receber 480 vezes menos que os que o ajudaram a construir seu império de corrupção? Joesley confirma que conheceu Temer apenas em 2010, quando já havia transformado a pequena Friboi, que valia R$ 1.9 bilhões no começo do primeiro mandato de Lula, na gigante JBS, que passou a valer quase R$ 200 bilhões duranta a era PT, mas Temer, que chegou ontem à Presidência que é o chefe? Pode isso Janot?
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget