\imprensa Viva
.

Joesley Batista dá tiro no pé e prova que não tinha intimidade com Temer ao tentar agendar encontro via Rocha Loures



O empresário Joesley Batista, acabou comprovando que mesmo após ter gravado Michel Temer no Palácio do Jaburu, ainda não tinha intimidade suficiente com o presidente para agendar um novo encontro. A prova da falta de abertura do empresário com o presidente foi comprovada por uma troca de mensagens entre o Joesley e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, com quem negociou o pagamento de propina para incriminar Temer.

A forma sorrateira com que Joesley tenta agendar um novo encontro com o presidente não é usual para alguém que diz ter intimidade para falar de assuntos como pagamentos de propina e a compra do
silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. No primeiro encontro, Temer teria cedido a insistência de seu ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ex-empregado de Joesley Batista.

Para conseguir um segundo encontro, Joesley e Rocha Loures usaram um aplicativo que apaga os textos assim que lidos. As mensagens foram apresentadas à Procuradoria-Geral da República. Para obter a prova, Joesley fotografou o celular com outro aparelho.

Segundo o Jornal Nacional, o empresário disse a Rocha Loures que queria discutir a Operação Carne Fraca com o presidente. Deflagrada no dia 17 março, dez dias após o primeiro encontro de Temer e Joesley, a operação investiga casos de corrução e adulteração de produtos de frigoríficos brasileiros.

Nas mensagens, Joesley pergunta a Rocha Loures se ele conseguiria um encontro em Brasília com o chefe “amanhã à noite”. Rocha Loures pergunta se o encontro seria mesmo na segunda-feira. Joesley, então, responde que sim: segunda ou terça.

Mesmo sendo um dos empresários mais importantes do país e dono da maior empresa de proteína animal do Mundo, Joesley comprova nas mensagens que não possuía qualquer tipo de canal de comunicação aberto com Temer e precisava recorrer a subterfúgios e a auxiliares corruptos para conseguir se reunir com o presidente.


Com base nestes fatos, fica claro que o procurador-geral da República não é nada inteligente, assim como a Globo e o pessoal do site O Antagonista, que se vangloriaram de ter dado a notícia com exclusividade para implicar Temer. Joesley fotografou as mensagens o celular com outro aparelho e apresentou isso como prova para Rodrigo Janot.

No mundo real, qualquer estúpido perguntaria a Joesley se ele afirmou que tinha intimidade com o presidente a ponto de falar abertamente sobre propina, (algo que não consta na gravação), se disse que tratava abertamente com o presidente sobre a compra do silêncio de Eduardo Cunha, (algo que também não consta na gravação), por que não ligou diretamente para Temer para marcar um novo encontro? Se tinha realmente tanta intimidade com o presidente, por que não teria o número do telefone dele, da casa dele ou da secretária dele?

Apenas estas constatações já seriam suficientes para desqualificar a delação de Joesley, pelo menos em relação ao presidente Michel Temer. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget