\imprensa Viva
.

Jaques Wagner diz que “Temer tem mais legitimidade para continuar no cargo do que qualquer nome"



O ex-ministro chefe da Casa Civil do governo Dilma, Jaques Wagner, irritou profundamente a ex-presidente ao defender a legitimidade do mandato do Presidente Michel Temer. Contrariando correntes do partido, o ex-ministro que cedeu seu cargo para que o ex-presidente Lula tentasse fugir do juiz Sérgio Moro, disse durante o 6.º Congresso do PT em Brasília que “Temer tem mais legitimidade para continuar no cargo do que qualquer nome escolhido em uma eventual eleição indireta”. “Querendo ou não, ele estava na linha sucessória da Presidência”, disse o ex-ministro. “Ele era vice. É lógico que traiu a Dilma, mas era vice.”

Segundo Wagner, o Brasil não é parlamentarista para trocar de presidente “de seis em seis meses”. “Estamos brincando com coisas com as quais não podemos brincar. A briga política é fundamental para oxigenar a democracia, mas não pode asfixiar o País. Quando a democracia vira uma questão de conveniência a gente está mal.”

Jaques Wagner concorda com o mercado e afirma que o pior cenário para o País é o de instabilidade e imprevisibilidade. "Como é que eu vou conversar com um investidor estrangeiro que pergunta quem vai ser o presidente daqui a 15 dias?", questionou.

O ex-ministro petista acredita que Temer não será derrubado rapidamente. "A gente está fazendo um monte de especulações, mas antes precisa combinar com os russos. Não sabemos o que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) vai decidir e um processo de impeachment é demorado", afirmou.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget