\imprensa Viva
.

Ciro Gomes propõe união das esquerdas para derrubar Temer e diz que João Doria é fraquinho, que morre até dezembro



O ex-ministro Ciro Gomes, é assim que ele gosta de ser chamado, é mais um daqueles que só aparecem na vida do brasileiro em momentos de crise. Assim como a ex-petista, Marina Silva e Joaquim Barbosa, Ciro é visto como um oportunista de plantão que está sempre pronto para se oferecer para resolver todos os problemas do país quando surge alguma dificuldade. É a turma do quanto pior, melhor. Para eles.

O ex-ministro está querendo comer os simpatizantes do PT pelas beiradas, com aval de Lula, e foi para Belo Horizonte para participar do ato Minas Pelas Diretas Já e do 55º Congresso da UNE (União Nacional dos Estudantes).

Sem esconder suas pretensões, pré-candidato à Presidência vê na atual crise uma grande oportunidade de derrubar o atual presidente antes mesmo de concluídas as investigações. Ciro sugeriu que os partidos de esquerda se unam para derrubar Temer e deixem para se dividir em "julho de 2018", às vésperas da eleição.

Segundo Ciro Gomes, ninguém além dele próprio possui a capacidade de governar o país. Nem mesmo o Lula, que o tem mantido como "plano D', caso venha a ser condenado na Lava Jato. Por razões óbvias, Ciro voltou a atacar o prefeito de São Paulo, que se encontra em evidência e tem um dos melhores desempenhos entre os pré-candidato: "O [João] Doria [PSDB] é a tentativa deles, mas ele é tão fraquinho que vão ter que inventar outro. Daqui até dezembro ele morreu", aposta Ciro.

Apesar de Careca, Ciro se acha lindo e inteligente. Tem sempre uma solução bastante simples para problemas praticamente insolúveis, como o caos no trânsito, as favelas e até mesmo problemas milenares de ordem mundial. O ex-ministro é conhecido entre os economistas como o cara que fala merda de forma elegante para plateias burras que o acham brilhante, mesmo sem entender nada. Com diz o ditado, quem complica não sabe explicar. Ciro foi o responsável pelo fechamento de mais de dez mil empresas no país durante sua passagem relâmpago de cem dias no ministério da Fazenda do governo de Itamar Franco.

O ex-ministro já chamou Lula de "merda" e de corrupto. Chamou Dilma de burra e incompetente. Xingou praticamente todos os potenciais adversários para 2018. Dando uma de Mãe Dináh, aposta agora na morte de João Doria. Vai que o cara morre mesmo?
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget