\imprensa Viva
.

Antagonistas erram feio ao tentar atacar o Imprensa Viva. Espiões fajutos e detratores profissionais apelam para a baixaria



É. A imprensa está repleta de exemplos do caráter daqueles que tentam moldar o Brasil ao seu modo, que não sabem conviver com as diferenças e detestam o contraditório. O site O Antagonista é o exemplo mais claro disso tudo.

Há pouco, publicaram que o site Imprensa Viva funciona numa sobreloja de uma padaria. Estão desesperados para atacar os autores do site, mas acertaram apenas na equipe que cuidou no passado da hospedagem e registro dos domínios. Pobres Antagonistas. Em sua sanha vingativa, acabam expondo pessoas inocentes, jovens web designers que atuam na área de desenvolvimento de sites. O site Manchette, assim como outros na internet, era um clone do Imprensa Viva e não tem nenhuma relação com o site. Imprensa Viva é administrado atualmente por uma empresa de Campinas. Metalúrgica faz parafuso, e não pães. Quem sabe se investigarem mais um pouco, vão encontrar jovens programadores e tentar culpar os rapazes também. Como sempre, erraram feio em todos os sentidos. Tentaram expor o pequeno Imprensa Viva e acabaram atingindo copiadores do site. Uma vergonhosa tentativa de intimidação. Continuem tentando.

O Imprensa Viva é sediado em São Paulo, embora conte com colaboradores em Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Pode estar bem mais próximo de muita gente. Os Antagonistas também agem de má fá, como sempre, ao afirmar que o site faz propaganda mentirosa de Michel Temer e que atua como marqueteiros dos investigados da Lava Jato. Quem acompanha o site já leu matérias ácidas sobre Temer, apoio incondicional à Lava Jato e perseguição implacável contra os corruptos do PT. Como pode ser visto no link, (aqui), (aqui) e (aqui) o Imprensa Viva não tem lado, a não ser o lado dos brasileiros,.

Ao contrário dos Antagonistas, o Imprensa Viva é controlado por um grupo apolítico, que não exalta absolutamente nenhum político ou partido brasileiro. O Imprensa Viva é pelo Brasil, pelo povo, pelo emprego, pela economia, pela Justiça e pela Lava Jato, acima de qualquer coisa.

O Imprensa Viva não colhe e-mails de seus usuários e repassa para picaretas especialistas em vender ilusões. Não há como tentar comparar o Imprensa Viva, um pequeno site independente, feito por amadores, trabalhadores, cidadãos comuns, com os profissionais do Antagonista, envolvidos em uma série de interesses espúrios. O Imprensa Viva sempre criticou o PT, um dos partidos mais atuantes no submundo da internet, mas nunca foi alvo de um ataque tão covarde como o perpetrado pelos Antagonistas. Isto comprova o caráter vil e inferior dessa gente.

Leiam abaixo um post que deixou de ser publicado e descubra para onde vai seu e-mail e de onde vem a grana que financia os Antagonistas. Baixo nível mesmo. Escória do mercado financeiro.

"Segundo Felipe Miranda, um dos sócios da consultoria de investimentos Empiricus, a empresa usa o software de relacionamento com clientes (CRM, na sigla em inglês) da SalesForce para gerir o contato com 1,6 milhão de assinantes dos seus boletins.

“O marketing cloud da Salesforce nos ajuda especialmente na parte de disparos de e-mail, onde a montagem é simples e a ferramenta permite grandes volumes de envio, com fácil segmentação”, comenta Beatriz Nantes, chefe de operações da Empiricus.

Com os bons resultados, a Empiricus ampliou as soluções Salesforce na empresa, tendo implementado o Sales Cloud e o Service Cloud com o suporte da parceira Salesforce BeeCloud nas áreas de relacionamento com o leitor e televendas.

Para o futuro, a companhia pretende adquirir a solução Salesforce Einstein para seu programa de envio de e-mails; em seu departamento de televendas, a ideia é implementar o ChatBots para o atendiment1o ao cliente com o objetivo de potencializar os canais de comunicação; e, por último, ampliar o Marketing Cloud para possibilitar jornadas completas dos seus clientes usando SMS, e-mail e Push Notification, com as devidas integrações no CRM.

Fundada em 2009, a Empiricus se tornou mais conhecida no país com em 2014, com um relatório falando no “fim do Brasil” caso a presidente Dilma fosse reeleita.

Depois, a Empiricus comprou a metade do site Antagonista,  comandado pelos ex-Veja Diogo Mainardi e Mário Sabino, conhecido pela cobertura ácida dos acontecimentos políticos". (AQUI)

A Empiricus tinha uma base de pouco mais de cem mil cadastrados. Após adquirir o Antagonista, com o dinheiro dos picaretas americanos da Agora Inc, a base de assinantes saltou para mais de 1.8 milhão de vítimas. Todas "pescadas" pelos Antagonistas para os picaretas da Empiricus.

Felipe Miranda, sócio-fundador e analista-chefe da Empiricus é o mesmo que perdeu a cabeça durante o Latin America Investment Conference, promovido pelo Credit Suisse em São Paulo em novembro do ano passado.

O sócio da Empiricus partiu para cima de  Tiago Reis,  sócio da consultoria Suno Research. O concorrente foi o responsável pelo desafio público à Empiricus, que anunciava ser possível transformar R$ 1,5 mil em R$ 227 mil em apenas um mês. (AQUI).

As dicas da Empiricus são quentíssimas e foi uma das empresas de consultoria que mais orientou seus clientes a investir na empresa de Eike Batista". Uma das maiores apostas da empresa de consultoria sócia dos Antagonistas é a de que o Brasil vai passar por dez anos de recessão. Pelo visto, eles farão de tudo para concretizar mais uma de suas profecias catastróficas para semear o medo e o clima de fim do mundo entre suas vítimas.

Os empregados do Antagonista são exatamente o que disse o jornalista Reinaldo Azevedo. Detratores profissionais. Não se conformam com a independência com que o Imprensa Viva critica seus ídolos da JBS. É vida que segue. Enquanto tentam atacar e defender a Globo, os covardes que tentam expor pessoas inocentes acabam desmascarando a si próprios.

Assim como a Globo, os Antagonistas esperam que suas opiniões prevaleçam e se incomodam com o fato de terem que lidar com os inconvenientes de uma Democracia, da liberdade de expressão e do direito que qualquer cidadão tem de expressar suas opiniões. O Imprensa Viva não tem qualquer responsabilidade sobre o que é publicado no O Antagonista e não pode ser responsabilizado pelo linha editorial do mesmo. Se alguns leitores do Antagonista não estão satisfeitos, assim como muitos do Imprensa Viva, isto faz parte da diversidade de opiniões que é própria de um ambiente democrático. Chamar seus leitores de MAV's, acusar outros veículos de serem financiados pelo PMDB são desculpas esfarrapadas e fáceis para tentar desqualificar qualquer coisa que não os agrade. O leitor é livre para ler, pensar e criticar. É justamente isso que enriquece e areja qualquer debate. A comunicação na era da internet não é mais algo verticalizado. Não entenderam ainda que o povo também tem voz. Embora em escala menor, o povo, que repudia tramas de bastidores, tem voz.

Se até aqui, os Antagonistas contribuíram para o debate político do país, não há por que tentar monopolizar o debate e promover ataques sorrateiros para tentar intimidar calar outros que também tentam de alguma forma contribuir para o debate.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget