\imprensa Viva
.

Pedido de Moro para que apoiadores da Lava Jato fiquem em casa é sinal que vão baixar o cacete na petezada



O juiz Sérgio Moro publicou um vídeo na noite de sábado desaconselhando os apoiadores da Operação Lava Jato de irem a Curitiba na próxima quarta-feira, 10, prestar apoio durante o interrogatório do ex-presidente Lula. Leia abaixo o apelo do magistrado:

 “Eu tenho ouvido que muita gente que apoia a Operação Lava Jato pretende vir a Curitiba manifestar esse apoio, ou pessoas mesmo de Curitiba querem vir aqui manifestar esse apoio. Eu diria o seguinte: esse apoio sempre foi importante, mas, nessa data, ele não é necessário. Tudo o que se quer evitar nessa data é alguma espécie de confusão e conflito e, acima de tudo, não quero que ninguém se machuque em eventual discussão ou conflito nessa data. Por isso, a minha sugestão é: não venha, não precisa, deixa a Justiça fazer o seu trabalho. Tudo vai ocorrer com normalidade, e eu espero que todos compreendam”. Juiz federal Sérgio Moro.

Considerado um estrategista sem igual, o juiz Sérgio Moro pode ter emitido um sinal bastante claro de que o tempo pode fechar para os militantes do PT e dos movimentos sociais e sindicais controlados pelo partido, como o MTST, CUT e MST.

Em comunicado anterior, Moro afirmou que manifestações democráticas serão sempre bem vindas, mas avisou que as autoridades não irão tolerar atos violentos e que agentes especiais irão identificar agitadores infiltrados entre os manifestantes.

Para quem entende, um pingo é letra. Moro e os procuradores do Ministério Público Federal sempre defenderam que a mobilização da sociedade era vital para a continuidade da maior investigação sobre corrupção da história do país. Mas logo num momento crucial desta investigação, o magistrado vem a público pedir para que atos de solidariedade à Lava Jato sejam evitados no dia do interrogatório de Lula. Moro deixa bem claro que não "quer que ninguém se machuque", obviamente temendo o acirramento dos ânimos entre defensores da Lava Jato e simpatizantes de Lula.

Estrategista e extremamente antecipado aos fatos, Moro está sempre um passo a frente dos corruptos que investiga e tem evitado cair em suas armadilhas. Tudo que Lula e o PT querem é promover uma batalha campal nas imediações do prédio da Justiça Federal do Paraná. O petista e seus aliados planejam explorar imagens impactantes de seus defensores, teoricamente o povo, lutando por ele em praça pública. Moro não quer dar este gostinho a Lula nem aos petistas. Mas pelo visto, o magistrado não se opõe que as autoridades atuem com firmeza contra atos violentos praticados por militantes profissionais arregimentados pelo PT. Moro não pediu que os simpatizantes de Lula fiquem em casa.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget