\imprensa Viva
.

Moro escancara podridão do sistema político: 'Por que esses partidos não expulsam quem se envolveu em corrupção?'



O juiz federal Sérgio Moro foi direto ao ponto ao falar sobre a podridão do sistema político partidário brasileiro. O magistrado questionou o fato dos partidos do país tentarem blindar seus integrantes envolvidos em esquemas de corrupção, ao invés de puni-los.

 “Tudo depende do poder público. Por que esses partidos não instauram apurações internas e expulsam os seus membros que se envolveram em corrupção?” questionou Sérgio Moro durante sua participação no evento promovido pelo Observatório Social, em Curitiba nesta segunda-feira, 8.

O magistrado ensinou que é bem simples expurgar as laranjas podres da vida pública e que esta tarefa não exige nenhum processo complexo:  “Pode ser feito no âmbito do Congresso, no âmbito da Comissão de Ética.”

O trabalho realizado pela Operação Lava Jato facilitou em muito a identificação de políticos corruptos de cada partido e defendeu que as legendas promovam apurações internas, assim como a Comissão de Ética do Congresso, que pode perfeitamente adotar medidas severas contra parlamentares que pegaram propinas no esquema Petrobrás.

Moro salientou que 'a presunção de inocência vale para o processo penal' para justificar a adoção de medidas mais urgentes contra denunciados em esquemas de corrupção. O magistrado lembrou que no âmbito da administração publica e da atividade parlamentar, onde são cometidos crimes contra os cofres públicos, é possível adotar posturas mais rígidas, como ocorre em empresas privadas:  “Dentro de uma empresa, tem presente que seu empregado está roubando, você, normalmente, não espera o trânsito em julgado da decisão judicial para tomar uma decisão. Faz apuração no âmbito interno. A presunção de inocência vale para o processo penal.”

O PT já teve mais de 40 integrantes envolvidos em esquemas de corrupção na Petrobras e teve ex-ministros e ex-tesoureiros condenados e presos, mas nenhum sofreu qualquer tipo de punição. Criminosos como José Dirceu e João Vaccari Neto são na verdade tratados como heróis pelos integrantes do partido, incluindo os ex-presidentes Lula e Dilma. É público que praticamente todos no partido se elegeram com dinheiro roubado da Petrobras, conforme relatos e provas fornecidas peo empreiteiros corruptos que se beneficiaram dos esquemas criminosos implantados pelo PT no Palácio do Planalto durante mais de 13 anos.

No caso do ex-presidente Lula, a situação é ainda mais indecente. Réu em cinco ações penais e alvo de outros tantos inquéritos criminais onde é apontado pela prática de crimes como corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, o petista ainda é reconhecido como a principal liderança do partido e ainda fala em ser candidato à Presidência da República. No caso do PT, trata-se de uma verdadeira organização criminosa com registro oficial e válido de partido no Tribunal Superior Eleitoral.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget