\imprensa Viva
.

Joesley Batista cortou parte da gravação com Temer alegando ter conversado sobre mulheres



Mais um elemento na trama envolvendo a polêmica gravação feita pelo empresário Joesley Batista com o presidente Michel Temer vem a tona. O sócio da JBS afirma que retirou 12 minutos da conversa, alegando ter falado sobre "mulheres" com Temer durante a conversa no Palácio do Jaburu.

Segundo a Veja, dos 50 minutos da gravação original,  apenas 38 foram entregues à Procuradoria-geral da República. O empresário tenta justificar o corte de 12 minutos, alegando a necessidade de proteger seu casamento com a apresentadora de TV Ticiana Villas Boas.

Esta foi a forma que o empresário encontrou para justificar a edição da gravação que lhe valeu um belo acordo de delação premiada. Já para sua mulher, a versão deve ser bem diferente. Resta saber se alguém vai acreditar em tanta canalhice. Não é por acaso que Temer chamou o dono da Friboi de "falastrão".


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget