\imprensa Viva
.

Janot deixa a PGR após quatro anos sem pedir a prisão de Lula e Dilma, blindou Dias Toffoli e agora quer derrubar Temer



Quando o ex-presidente Lula xingou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, vários brasileiros acreditavam que ele havia mudado de lado. Durante a deflagração da Operação Aletheia, que teve como alvo o ex-presidente Lula, o petista disse: "eu estou cansado das coisas formais. Esse cara se fosse formal, ele não seria procurador-geral da República. Ele tinha tomado no cú, que ele tinha ficado em terceiro lugar".

Lula reclamava pelo fato do procurador ter recusado quatro pedidos de investigação contra o senador Aécio Neves e por ter aceito e aceitou um pedido de investigação contra ele. "Essa é a gratidão dele por eu ter feito dele procurador", reclamou Lula em conversa com o advogado Sigmaringa Seixas interceptada pela Polícia Federal em março do ano passado. Na conversa, Lula deixou claro que interferiu na decisão da então presidente Dilma Rousseff nomeação de Rodrigo Janot em 2003. O procurador já está há dois mandatos à frente do órgão e fica no cargo até 17 de setembro.

O fato é que, ao que parece, Janot acabou demonstrando sua gratidão aos ex-presidentes Lula e Dilma deixando de pedir a prisão dos dois, após as revelações estarrecedoras feitas pelo empresário Joesley Batista sobre as contas que mantinha na Suíça para os dois ex-presidentes petistas. O sócio do Grupo JBS, que conseguiu mais de R$ 50 bilhões do BNDES, Caixa e Banco do Brasil durante os governos petistas, também foi premiado por Rodrigo Janto com um generoso acordo de delação. O procurador perdoou centenas de crimes confessados pelo próprio Joesley em um português mais do que claro quando mencionou os repasses de propina para Lula, Dilma e dos ex-ministros Guido Mantega e Antônio Palocci, ambos do PT.

Além de não pedir a prisão de Lula, Dilma e de seus dois ex-ministros da Fazenda, de ter liberado o sócio do PT, Joesley Batista, líder confesso de uma organização criminosa que comprou 1890 políticos distribuindo mais de R$ 600 milhões em propina, Janto ainda tentou derrubar o governo Temer com uma gravação feita por Joesley, mas considerada inconclusiva por quase todos os ministros do Supremo Tribunal Federal.

Há ainda o episódio em que Janot blindou Dias Toffoli, o ministro petista do STF que foi delatado pelo empresário Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS. Lula não pode reclamar da ingratidão de Rodrigo Janot. Além de ter se comportado direitinho, de ter poupado todos os petistas, como Guido Mantega e Antônio Palocci, Paulo Bernardo, Dilma e o próprio Lula, o procurador atendeu a um antigo desejo do ex-presidente ao pedir a prisão do também bandido Aécio Neves.

É desta forma melancólica que Janot se despede do cargo que conseguiu com as bençãos de Lula. Abençoando todos os bandidos que passaram a última década e meia assaltando o dinheiro do povo diretamente nos cofres públicos. O fato é que  Janot não teria alcançado a projeção nacional, não fosse o emprenho dos integrantes da força-tarefa da Lava Jato, os jovens procuradores da República do Ministério Público Federal do Paraná. Foi o pessoal da Lava Jato que colocou José Dirceu, João Vaccari Neto, Marcelo Odebrecht e vários empreiteiros e ex-diretores da Petrobras. Quem determinou a prisão de todos estes criminosos foi o juiz federal Sérgio Moro.

No primeiro caso que conduziu sem a participação da Polícia Federal e dos integrantes da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Janot mostrou do que é feito: na calada, fechou um acordo recorde com o empresário Joesley Batista em menos de 30 dias, não prendeu quem tinha que prender, tentou derrubar Temer e ainda concedeu salvo conduto para que os bandidos da JBS fossem todos morar nos Estados Unidos, para onde levaram  80% da empresa que construíram com o dinheiro roubado do povo com a ajuda do PT de Lula e Dilma.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget