\imprensa Viva
.

Globo fracassou na tentativa de Golpe. Apostou tudo na renúncia de Temer, mas não convenceu o povo a ir para as ruas



A Globo pediu a renúncia de Temer com base em uma transcrição falsa vazada pela própria emissora. A notícia veiculada por Lauro Jardim, em O Globo e pelo site O Antagonista, informava que Joesley Batista teria dito a Temer explicitamente que pagava R$ 500 mil para silenciar Eduardo Cunha. Lauro Jardim informou ainda que, novamente de forma explícita, que Joesley disse a Temer que estava tendo problemas com o Cade e que o restante do teor das gravações contra Temer eram gravíssimos. Durante as horas que se seguiram à divulgação da existência do explosivo material, a JBS faturou mais de R$ 1 bilhão especulando no mercado financeiro, assim como empresas que vivem de especulação na Bolsa e no mercado de câmbio, como a Consultoria Empiricus, proprietária do site O Antagonista.

O problema é que quando as gravações originais foram divulgadas no final do dia, foi possível constatar que não havia nenhum dos trechos divulgados pela Globo e o Antagonista. Nos 40 minutos de gravação, Joesley não menciona problemas com o Cade ou R$ 500 mil  de mesada a Cunha. Independente da gravação ter sido editada ou não, a Globo mentiu sobre o teor das gravações para provocar o caos no mercado financeiro e pedir a renúncia de Temer. O governo teve que torrar 4.5 bilhões de dólares no mercado para conter o ataque especulativo desencadeado pela Globo e O Antagonista. A Bolsa despencou em mais de 10% e as ações da JBS se desvalorizaram em mais de 25%. A Comissão de Valores Imobiliários abriu processo contra a JBS por ter se valido de informações privilegiadas para comprar dólares na véspera do vazamento feito pelo próprio Joesley à Globo, e ações da própria empresa no dia do vazamento.

Após a divulgação das gravações, toda a imprensa nacional reconheceu que não há absolutamente nada conclusivo sob o ponto de vista jurídico e que houve sim má fé por parte da Globo e de sites de operadores financeiros na divulgação das notícias falsas.

A Globo usou toda sua máquina para tentar derrubar Temer e endeusar o criminoso Joesley Batista, seu parceiro em negócios bilionários em publicidade e em empréstimos no BNDES. A emissora, que teme ser atingida pela Lava Jato, colocou todos seus empregados, como Merval Pereira, Gerson Camarotti, Cristiana Lôbo e Renata Lo Prete para atacar Michel Temer e pedir sua renúncia ao longo de mais de 72 horas de programação, visando provocar uma grande manifestação popular no domingo, 21.

Mas ao que tudo indica, a população preferiu acreditar na versão apresentada por Michel Temer durante seu pronunciamento de pouco mais de 3 minutos: “Quero pontuar que houve grande planejamento para realizar esse grampo e depois montagem, e criar um flagrante que incriminasse alguns, enquanto criminosos fugiam para o exterior em segurança”, disse.

A emissora ainda tentou um golpe baixo ao afirmar que uma manifestação de servidores públicos estaduais na Orla de Copacabana era contra o governo Temer, mas na verdade se tratava de um ato contra o governo do Rio. Não havia nenhuma bandeira com o Fora Temer nas imagens exibidas pela GloboNews. O site O GLOBO (aqui) também fez uma macacada vergonhosa ao publicar uma matéria dizendo que os 70 manifestantes que protestavam contra o atraso do 13º salário no Rio era um protesto contra Temer, mas não conseguiu nem uma foto de faixa com o Fora Temer. O desespero do pessoal de O Antagonista também não é menor com o fracasso do golpe e agora pregam o desembarque do PSDB do governo Temer. (aqui)

Temer peitou a Globo e não renunciou. O povo não embarcou na aventura golpista da emissora e também não foi para as ruas pedir a saída de Temer. O golpe fracassou.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget