\imprensa Viva
.

Gilmar Mendes chama Sérgio Moro de sequestrador e admite que vai soltar outros presos na Lava Jato



Após participar de uma série de decisões polêmicas na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal o ministro Gilmar Mendes, insinuou em entrevista à Folha que o juiz Sérgio Moro e os membros da Lava Jato são sequestradores ao afirmar que os presos são 'reféns" do força-tarefa baseada em Curitiba.

O ministro deixou claro que perdeu completamente a noção da importância das medidas no combate a corrupção de criminosos poderosos e agentes públicos e afirmou que a Lava Jato faz "um jogo midiático" repleto de "extravagâncias jurídicas" e que precisa manter "reféns" para conseguir o apoio da opinião pública.

Ao ser questionado sobre a possibilidade concreta do ex-ministro José Dirceu continuar a cometer crimes, Gilmar Mendes saiu pela tangente, alegando que seu grupo político (O PT) não está mais no poder, como se isso fosse impedir Dirceu de agir nas sombras como sempre agiu.

Folha  - Celso de Mello argumentou que Dirceu pode continuar a cometer crimes.

Gilmar Mendes - Esse debate se colocou porque Dirceu continuou a delinquir quando cumpria a pena [de prisão] do mensalão. Mas a tese que prevaleceu é que não haveria mais essa possibilidade já que o grupo político ao qual ele estava vinculado foi destituído do poder.

E hoje nós temos as medidas cautelares como o uso de tornozeleira eletrônica e a restrição de visitas, tudo dentro desse espírito de se reforçar a excepcionalidade da prisão. A maioria, no caso de Dirceu, entendeu que essas medidas seriam bastantes. Racionalmente o argumento vencedor também é razoável. É notória a importância da Lava Jato e ninguém discute seu papel no combate à corrupção no país. Ela vai fluir normalmente e não precisa correr riscos com extravagâncias jurídicas.

Folha - O que se diz é que a porteira foi aberta e que por ela passará uma boiada.

Gilmar Mendes - Nós teremos que examinar caso a caso.

Cínico, o ministro do STF diz que criminosos contumazes como Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro fariam acordos de delação mesmo se não tivessem sido presos.

Folha - Sem as prisões haveria as delações da Odebrecht e da OAS?

Gilmar Mendes  - Eu tenho a impressão que sim. Em muitos casos, especialmente nos que você cita, a força-tarefa já dispunha de elementos [de prova], tanto que foram anunciados como fundamento para as prisões.

Folha - Como assim?
Gilmar Mendes -  Como tem sido divulgado [por integrantes da Lava Jato], o sucesso da operação dependeria de um grande apoio da opinião pública. Tanto é assim que a toda hora seus agentes estão na mídia, especialmente nas redes sociais, pedindo apoio ao povo e coisas do tipo.
É uma tentativa de manter um apoio permanente [à Lava Jato]. E isso obviamente é reforçado com a existência, vamos chamar assim, entre aspas, de reféns.

Folha - O reféns seriam os presos?
Gilmar Mendes - Os presos. Para que [os agentes] possam dizer: "Olha, as medidas que tomamos estão sendo efetivas". Não teria charme nenhum, nesse contexto, esperar pela condenação em segundo grau para o sujeito cumprir a pena.Tudo isso faz parte também de um jogo retórico midiático. Agora, o apoio da opinião pública é importante porque se trata também de um jogo de poder. Você está confrontando gente com poder econômico, influência política.

Ao ser questionado sobre o fato de sua mulher, Guiomar Mendes, trabalhar em um escritório que presta serviço ao empresário Eike Batista, um dos criminosos soltos por Gilmar Mendes, o ministro minimizou o caso e afirmou que não vê nenhum impedimento nisso.

Ao afirmar que a Lava Jato mantém reféns, Gilmar Mendes chamou o juiz Sérgio Moro e a todos os membros responsáveis pela maior investigação sobre corrupção da história do Brasil de sequestradores. Agindo como um verdadeiro zelador da impunidade, Gilmar Mendes manda soltar bandidos que sequestraram a democracia e fizeram dos brasileiros reféns da corrupção e da bandidagem.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget