\imprensa Viva
.

Está explicada a mudança na linha editorial da Rede Globo. Lula preso pode delatar esquemas com a emissora



A Rede Globo participou mais uma vez de uma escandalosa manobra para interferir nos destinos do país. A divulgação de uma transcrição falsa de uma conversa gravada pelo criminoso Joesley Batista, do Grupo JBS, com o presidente Michel Temer foi apenas o primeiro disparo de uma sucessiva onda de ataques a governo perpetrados pela emissora na última quarta-feira. Durante todo o dia, a Globo colocou todo seu aparato de comunicação para exercer pressão pela Renúncia do presidente da República.

Embora existam indícios do comprometimento de Michel Temer em algum nível de corrupção, nada se compara ao que foi revelado até o momento contra os governos dos ex-presidentes Lula e Dilma. Diante da dificuldade da estabilização econômica e política do país, que motivos teria a emissora para tentar provocar o caos através de matérias nitidamente produzidas com o intuito de tumultuar a situação já turbulenta no cenário político e econômico?

Ao apontar toda sua artilharia para o governo Temer e poupar os criminosos do PT e da JBS, a Globo conseguiu provocar um caos no mercado financeiro. A veiculação de um trecho inexistente na transcrição da gravação feita por Joesleu Batista com Michel Temer derrubou a Bolsa de Valores em mais de 10 pontos e provocou uma alta recorde do dólar. Enquanto a própria JBS admitiu que lucrou R$ 1 bilhão com o vazamento da informação falsa, enquanto Joesley Batista comemorava dos Estados Unidos mais um golpe de mestre, o governo foi obrigado a torrar U$ 4.5 bilhões de suas reservas para conter o ataque especulativo sobre a moeda americana. Enquanto isso, a Globo e sites como O Antagonista atuam como advogados de defesa do mega criminoso Joesley Batista.

A Globo já usou de expedientes parecidos para interferir na política do país. O ex-presidente Lula foi um dos que se prestaram a fazer o jogo sujo da emissora para eleger o ex-presidente Fernando Collor em 89. Em troca, a emissora se comprometeu a eleger Lula anos mais tarde, como de fato aconteceu. Logo que assumiu o governo em 2003, uma das primeiras providências do petista foi perdoar uma dívida bilionária da emissora. O faturamento da Globo dobrou durante os governos de Lula e Dilma, mas sofreu uma queda preocupante durante o último ano do governo Temer.


As chances de que Lula tenha chantageado a emissora, somadas a possibilidade da Globo ter agido para lucrar bilhões no mercado financeiro com a tentativa de golpe frustrada, reforçam as suspeitas de que a mudança radical na linha editorial da emissora atenda a propósitos rasteiros, que em nada ajudam o povo brasileiro ou a democracia do país.

Não será surpreendente se a Rede Globo voltar toda sua artilharia contra a Lava Jato nos próximos dias. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget