\imprensa Viva
.

Embaraçado, Jonot dá desconto em multas da JBS. Empresa de bandidos que mamou R$ 60 bilhões do povo se recusa pagar



O procurador-geral da República, Rodrigo Janto, autorizou o Ministério Público Federal a dar um descontinho de mais de R$ 100 milhões de reais para os criminosos confessos do Grupo J&F, do empresário bandido Joesley Batista e reduziu o valor de R$ 11,174 bilhões para R$ 10,99 bilhões em multas em acordo de leniência, no âmbito da Operação Greenfield – que apura desvios de benefícios do BNDES ao grupo em prejuízo aos fundos de pensão da Petrobrás e da Caixa Econômica Federal.

As negociações estão avançando nos moldes do programa "Trato Feito", com barganhas ridículas de ambos os lados sobre os valores que deveriam ser ressarcidos aos cofres públicos. Para ser mais exato, a Justiça está barganhando com bandidos sobre os valores que estes devem devolver ao povo.

Além da "promoção" relâmpago da PGR, Janot ainda ofereceu um parcelamento de pai para filho e permitiu que o montante seja pago em suaves prestações semestrais durante 13 anos. Apesar da generosidade de Janot, a J&F faz charme com os procuradores de Brasília e dizem que vão pagar no máximo R$ 8 bilhões. Não bastasse terem se livrado de todos os processos futuros relativos aos crimes que confessaram, de terem conseguido salvo conduto para viver nos Estados Unidos desfrutando tudo que roubaram dos brasileiros, os bandidos ainda querem um desconto de R$ 3 bilhões.

Dois dias antes de embarcar com a família para Nova York em seu jato particular de U$ 50 milhões, o empresário Joesley Batista, da JBS, mandou para Miami seu iate de luxo, avaliado em U$ 30 milhões. Mixaria perto dos descontos oferecidos por Janto ao empresário criminoso.

A situação do procurador-geral da República, que termina seu mandato em setembro, é humilhante. Enquanto tenta dar uma de durão com Temer, Janot se curva até mostrar o cofrinho para os bandidos da Friboi e finge ignorar que Joesley Batista entregou as contas que mantinha para Lula e Dilma na Suíça.

As informações são do site do Ministério Público Federal.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget