\imprensa Viva
.

Eike pode voltar para prisão. Gilmar Mendes some após pedido de suspeição por libertar patrão da própria mulher



O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes desapareceu e permaneceu incomunicável a partir das primeiras horas da noite desta segunda-feira, 08, logo após se tornar alvo de um grave pedido de suspeição. A Procuradoria-Geral da República encaminhou no final da tarde um pedido ao STF para que seja anulada a decisão do ministro Gilmar Mendes de soltar Eike Batista e ainda, que o ministro seja considerado impedido e suspeito nos casos relacionados ao empresário.

O pedido tem como base o fato de a mulher do ministro, Guiomar Mendes, trabalhar no escritório de advocacia de Sérgio Bermudes, que representa Eike em diversos processos. Segundo suspeitas levantadas pela PGR, Gilmar Mendes teria mandado soltar o empresário para que ele pudesse pagar honorários para o escritório onde sua esposa trabalha.

Caberá à presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, decidir se acolhe o pedido da PGR e envie o pedido de habeas corpus de Eike Batista para que o plenário do Supremo, composto por 11 magistrados, decida sobre o caso.

No documento, o procurador-geral alega que o fato de Eike ser cliente do escritório de advocacia "em que trabalha e da qual e sócia" sua mulher, "torna seu marido, ministro Gilmar Ferreira Mendes, suspeito para atuar como magistrado na espécie, principalmente na condição de relator".

Janot associa os rendimentos de Guiomar aos valores pagos pelo empresário aos seus advogados: diz que ela é responsável pela filial de Brasilia, "figurando inclusive como sócia do escritório, tendo participação nos lucros, obtidos mediante recebimento de honorários dos respectivos clientes, um dos quais é exatamente Eike".

"Realmente, como cliente do escritório de advocacia Sérgio Bermudes, Eike Fuhrken Batista caracteriza-se como devedor de honorários, ainda que indiretamente, de Guiomar Feitosa de Albuquerque Lima Mendes, por meio de sua participação nos lucros da sociedade advocatícia", diz o texto.

Eike Batista já está negociando um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal e já adiantou detalhes sobre a participação do ex-presidente Lula em um gigantesco esquema de corrupção na Petrobras e na Sete Brasil.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget