\imprensa Viva
.

Dilma pede ao STF para anular impeachment e voltar ao cargo de presidentA da República



A ex-presidente Dilma Rousseff surpreendeu mais uma vez ao tentar se aproveitar da crise política e entrou com um pedido de liminar nesta quarta-feira (24)  no Supremo Tribunal Federal , solicitando que anule o processo impeachment desencadeado no Congresso e devolva a ela o cargo de presidente da República.

Na petição, o advogado da ex-presidente, José Eduardo Cardozo alega fatos novos, como as denúncias feitas na delação da JBS. "O quadro institucional do nosso país passou a sofrer uma forte e acentuada deterioração. O País passa hoje por uma crise política e institucional aguda, em dimensões nunca antes vivenciadas", afirma.

"A cada dia se evidencia mais a ilegitimidade e a impossibilidade do atual presidente da República permanecer no exercício do mandato para o qual não foi eleito, e em que foi indevidamente investido por força de um processo de impeachment escandalosamente viciado e sem motivos jurídicos que pudessem vir a justificá-lo", completa.

Na ação, Cardozo defende que Dilma foi afastada pelo Congresso "sem que tenha sido praticado qualquer ato que configure crime de responsabilidade." Diz ainda que o próprio Michel Temer teria reconhecido o desvio de poder de Eduardo Cunha, ao aceitar a abertura do processo de impeachment. Isso teria ocorrido em entrevista à TV Band, em abril.

Diante do agravamento da crise, a defesa da ex-presidente defende a concessão da liminar. "Se no momento do indeferimento do pedido de liminar, infelizmente ao ver do Ministro do Relator, existiam razões para se falar da ausência do periculum in mora [perigo na demora de apreciação] para a restauração de um governo legal e legítimo no país, agora, estas não mais poderão existir", afirma Cardozo.

No caso de negativa de liminar, Cardozo pede que o caso seja apreciado "com a maior celeridade possível", "levando-se ao Plenário desta Corte Suprema, a apreciação definitiva.". Eles não desistem nunca, mas faz até sentido. A Globo já diz que derrubou Temer e menciona vários nomes para ocupar o cargo, como o sócio da JBS, Henrique Meirelles e o sócio de André Esteves, Nelson Jobim. Dilma, mais suja que pau de galinheiro, acredita que o país virou uma zona como a Globo pinta e se acha no direito de reivindicar de volta seu posto.  
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget