\imprensa Viva
.

Dilma é esculachada em programa da TV americana. Sérgio Moro e Dallagnol também participaram da entrevista no "60 minutes"



A ex-presidente Dilma Rousseff passou por maus bocados durante sua participação no programa americano "60 minutes", da rede de televisão CBS, que foi ao ar nos Estados Unidos no último domingo (21).

Pouco antes da petista, foram entrevistados o juiz federal Sérgio Moro e o coordenador da força tarefa da Operação Java Jato no Ministério Público Deltan Dallagnol. O apresentador Anderson Cooper perguntou a Dallagnol se a Operação Lava Jato pode ser comparada aoWatergate, escândalo político que levou à renúncia do ex-­presidente dos Estados Unidos Richard Nixon na década de 1970.

O procurador da República não titubeou e disparou: "a Lava Jato é muito, muito maior".

Incrédulo, o apresentador tenta confirmar as dimensões do escândalo: maior do Watergate?

"Muito maior", devolve Dallagnol "Já cobramos mais de 200 pessoas por centenas de crimes. A quantidade de propina paga vai até aproximadamente US$ 2 bilhões", Garantiu o coordenador da Lava Jato.

Na sequência foi a vez de Sérgio Moro afirmar que nenhum réu será julgado pela opinião política, referindo-se ao ex-presidente Lula. "Ninguém vai ser julgado por causa de sua opinião política. O ex-presidente Lula vai ter todas as oportunidades que a lei dá para apresentar sua defesa", disse o magistrado. O juiz criticou as tentativas do Congresso brasileiro em aprovar leis para proteger políticos dos avanços das investigações.

Cooper comentou que há muitos "interesses poderosos" que querem ver as investigações acabarem.

Moro confirma: "Sim. Mas é nossa responsabilidade não permitir que eles façam isso. Temos de enfrentar o problema. E, encarando isso, acho que teremos um País melhor".

O apresentador lembrou da entrevista com a ex-presidente Dilma Rousseff, que foi exposta ao ridículo quando foi questionada por Cooper se ela havia recebido propina nos esquemas de corrupção em seu governo.

Embaraçada, Dilma se saiu com essa: "Não. E isso é um problema deles quando se referem a mim, eu nunca recebi qualquer suborno. Não estou sendo cobrada por receber subornos. Não tenho nenhuma conta bancária no exterior", alegou a petista constrangida.

Em seguida, Cooper comenta que, para algumas pessoas, é difícil acreditar que, como presidente, Dilma não sabia de nada, em referência à corrupção na Petrobras durante seu mandato. Ela então responde: "Veja bem: eu não sabia". Foi a vez do entrevistador ficar embaraçado com a desfaçatez da petista.

Leia a matéria original do 60 Minutes
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget