\imprensa Viva
.

Depois da JBS, Lava Jato pode chegar na Globo. Solução é derrubar Temer e trazer Lula de volta o quanto antes



O Brasil ainda busca uma explicação plausível para justificar a tentativa de golpe engendrada pela Rede Globo em conluio com o empresários Joesley Batista para derrubar o governo Temer. O presidente afirmou em seu pronunciamento que “houve grande planejamento para realizar esse grampo e depois montagem, e criar um flagrante que incriminasse alguns, enquanto criminosos fugiam para o exterior em segurança”.

De fato, Temer relutava em receber o empresário Joesley Batista para uma conversa. O presidente não via com bons olhos a possibilidade de se reunir com uma pessoa que já foi alvo de nada menos que sete operações da Polícia Federal, mas acabou cedendo após muita insistência do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ex-presidente do Grupo JBS e amigo pessoal da família dona da Friboi.

Joesley foi dirigindo seu próprio carro atá o Palácio do Jaburu e levou consigo um gravador comprado exclusivamente com a finalidade de tentar arrancar de Temer algum diálogo comprometedor. Não conseguiu obter nada de conclusivo. Apenas insinuações e conversas que serviriam posteriormente para a construção de uma conspiração ardilosa.

Em parceira com a Rede Globo, Joesley montou um vazamento planejado, no qual lucrou mais de R$ 1 bilhão comprando e vendendo dólares na véspera da divulgação de uma transcrição falsa feita pelo colunista de O Globo, Lauro Jardim e divulgada no Plantão do Jornal Nacional. Enquanto a JBS e outras empresas especulavam fortemente no mercado financeiro, como a própria Globo, a Consultoria Empiricus, dona do site O Antagonista e a própria JBS, a Globo apontava toda sua artilharia contra Temer, exigindo sua renúncia naquele mesmo dia.

A teoria é a de que com a chegada da Lava Jato na JBS, a Globo passou a temer que a investigação chegasse aos esquemas da emissora com os governos do PT ao longo da última década e meia. Assim como a JBS, a Globo obteve dinheiro fácil no BNDES, perdão de dívidas e conseguiu poupudas verbas publicitárias dos governos de Lula e Dilma. A solução seria derrubar Temer imediatamente e permitir a volta de Lula ao poder, antes que o petista seja condenado na Lava Jato e se torne inelegível. Uma vez presidente, Lula extinguiria a Operação Lava Jato e tudo voltaria a ser como era antes para a Globo, para a Friboi e para o PT.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget