\imprensa Viva
.

Defesa de Lula encontra o álibi perfeito. Ex-presidente e seu amigo Bumlai culpam Marisa Letícia por seus crimes



A covardia é a principal arma dos criminosos. Seja um bandido armado ou um corrupto que rouba o dinheiro que deveria ser destinado a hospitais, creches ou escolas. A Operação Lava Jato tem revelado ao Brasil as verdadeiras faces de criminosos covardes que passaram mais de 13 anos se valendo do dinheiro do contribuinte para ficarem ricos, para eleger seus candidatos e corromper autoridades.

Há poucos dias, o ex-pecuarista José Carlos Bumlai prestou depoimento à Justiça e afirmou ao juiz federal Sérgio Moro que foi a mulher do ex-presidente Lula, Marisa Letícia, quem lhe pediu uma “ajuda” para a compra de um terreno onde seria construída a nova sede do Instituto Lula. A ex-primeira dama faleceu em fevereiro deste ano e não está mais aqui para se defender.

Bumlai é testemunha arrolada pelo MPF (Ministério Público Federal) em uma ação penal contra o ex-presidente Lula. Os procuradores da força-tarefa da Lava Jato afirmam que houve tentativa de lavagem de dinheiro de propinas pagas pela Odebrecht por meio da aquisição do terreno, que chegou a ser comprado por R$ 12 milhões. A transação foi cancelada após o início da Operação Lava Jato. O dinheiro saiu da conta de Lula no banco de propina da Odebrecht, oriundo de contrapartidas a contratos da Petrobras ganhos pela empreiteira. A transação foi cancelada e o dinheiro devolvido para a conta de Lula no departamento de operações estruturadas da Odebrecht, administrada pelo ex-ministro Antonio Palocci.

Um dia após ser caluniada pelo amigo de seu marido perante o juiz Sérgio Moro, Marisa voltou a ser responsabilizada por esquemas de corrupção de Lula e do PT com a empreiteira OAS. Desta vez, foi o próprio Lula que jogou para ela toda a responsabilidade sobre a aquisição de uma cobertura no Guarujá. Segundo o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, o apartamento foi reservado ao petista
para compensá-lo por ter facilitado que sua empresa obtivesse contratos superfaturados com a Petrobras. Mas Lula disse ao juiz Sérgio Moro que nunca teve nenhum envolvimento no caso do triplex. Segundo o petista, foi sua mulher que tratou de tudo.

A pergunta que fica neste caso é bem simples: qual seria o poder de influência de Dona Marisa Letícia sobre empreiteiros bilionários que faziam negócios escusos com a Petrobras? Apesar de ter sido a primeira dama do país, Marisa levava uma vida de uma simples dona da casa. O fato de Lula e de seu amigo José Carlos Bumlai tentar culpar a ex-primeira dama por crimes tão distantes de seu mundo é uma prova da covardia, do cinismo e da confiança na impunidade dos dois. Marisa pode ter sido, no máximo, conivente. Marisa pode ter cometido o crime de ter se submetido ao papel de laranja do marido. Mas culpá-la pela totalidade dos crimes é um ato de pura covardia.

Lula já culpou outras pessoas por seus crimes, como fez com José Dirceu, João Santana e outros comparsas. Mas culpar a própria esposa é um sinal de que a covardia do petista não tem limitas.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget