\imprensa Viva
.

Antonio Palocci retoma acordo de delação após fiasco do depoimento de Lula. Ex-ministro petista jogou a toalha



O depoimento do ex-presidente Lula ao juiz Sérgio Moro representou um grande balde de água fria nos ânimos dos petistas de todo o brasil. O fraco desempenho de Lula foi um dos fatores que levaram o ex-ministro Antonio Palocci a retomar seu acordo de delação premiada com os procuradores da Operação Lava Jato.

O ex-ministro não quis mais perder tempo com as promessas dos petistas de que Lula iria virar o jogo e ainda se eleger presidente. Na tarde desta sexta (12), Palocci se livrou de seu advogado de defesa, o criminalista José Roberto Batochio, para abrir caminho para dois advogados de Curitiba, Adriano Bretas e Tracy Reinaldet.

Os dois já haviam sido contratados por Palocci, que rompeu o acerto inicial após a soltura do ex-ministro José Dirceu e diante das expectativas geradas em torno do depoimento do ex-presidente Lula ao juiz Sérgio Moro. Após o fiasco do depoimento do petista, Palocci julgou melhor retomar as tratativas para sua delação.

Outro fator que pesou na decisão de Palocci foi a divulgação do depoimento do casal de marqueteiros do PT, Monica Moura e João Santana. Está tudo lá. Todos os detalhes que incriminam o ex-ministro e o colocam no papel de intermediário de propinas entre a Odebrecht e os ex-presidentes Lula e Dilma forma confirmados pelo casal. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget