\imprensa Viva
.

A Copa da corrupção de Lula, Dilma e do PT foi a Copa da decepção do povo. Roubaram três vezes o valor das obras



Como não há nada que tenha PT no meio que não tenha roubo, com os estádios da Copa não foi diferente. A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta terça-feira, mandados de prisão temporária contra o ex-governador do Distrito Federal, o petista Agnelo Queiroz e seu ex-vice Tadeu Filippelli , por superfaturamento nas obras do estádio Mané Garrincha, a mais cara arena da Copa do Mundo de 2014. O ex-governador José Roberto Arruda também foi preso na mesma operação da PF.

A operação, batizada de Panatenaico, é baseada em delação premiada da Andrade Gutierrez, que citou um esquema de corrupção nas obras do palco de sete jogos do Mundial de 2014, e envolve um total 80 policiais, que cumprem ainda outros sete mandados de prisão temporária, segundo a Polícia Federal.

"Entre os alvos das ações estão agentes públicos e ex-agentes públicos, construtoras e operadores das propinas ao longo de três gestões do Governo do Distrito Federal. A hipótese investigada pela Polícia Federal é que agentes públicos, com a intermediação de operadores de propinas, tenham realizado conluios e assim simulado procedimentos previstos em edital de licitação", disse a PF, em nota

O petista Agnelo Queiroz foi governador do Distrito Federal durante as obras da Copa, de 2011 a 2015. Agnelo Queiroz, que também foi ministro do Esporte do governo Lula 2003 a 2006, é apontado como responsável pelo desvio de R$ 900 milhões. O petista também já foi condenado a ficar inelegível por oito anos pelo Tribunal Regional Eleitoral, que entendeu que ele e seu vice, Filippeli, usaram publicidade do governo para fazer campanha para Dilma em 2014.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget