\imprensa Viva
.

Sérgio Moro venceria Lula. Marina Silva também. Bolsonaro e João Doria são os que mais crescem nas pesquisas



Caso aconteça um milagres e o ex-presidente Lula consiga concorrer nas próximas eleições para presidente em 2018, o petista dificilmente chegaria ao segundo turno, considerando seus altos índices de rejeição popular mantidos na pesquisa que o Datafolha fez com 2.781 entrevistados, em 172 municípios, na quarta (26) e na quinta (27), antes da greve geral de sexta (28).

De qualquer forma, Lula perderia a eleição para o juiz Sérgio Moro ou para a ex-petista Marina Silva. Embora nenhuma pesquisa de intenção de votos possa captar o espírito do eleitor com quase um ano e meio de antecedência, já é possível estabelecer que Lula está definitivamente fora do páreo.

O petista não consegue derrubar a forte barreira de rejeição frente ao eleitorado, mantida em nível superior a 60% nas últimas pesquisas. O caso de Lula é o oposto de eventuais candidatos, como Sérgio Moro, João Doria e Jair Bolsonaro. Todos os três possuem índices de rejeição inferior a dois dígitos. Isto significa que, enquanto Lula bate no teto de suas possibilidades, o balão de seus potenciais adversários pode subir bem mais alto até as eleições de 2018.

O desempenho de Jair Bolsonaro, por exemplo, melhorou de 9% para 15% em relação a última pesquisa do mesmo instituto. A rejeição de João Doria é igualmente baixa, enquanto a do juiz Sérgio Moro é uma das menores. Talvez seja por este motivo que Moro aparece na pesquisa na frente de Lula em um eventual segundo turno, com 42% contra 40% do petista.

Caso Moro não resolva prender o ex-presidente Lula nos próximos dias, ele poderá derrotar o petista nas eleições de 2018. Com Moro, Lula só tem a perder mesmo.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget