\imprensa Viva
.

Petistas começam a abandonar Lula após delação da Odebrecht. Paulo Henrique Amorim mamou enquanto durou



O jornalista petista Paulo Henrique Amorim foi um profissional de aluguel a serviço de Lula e do PT durante muitos anos. Crítico do juiz Sérgio Moro e da Operação Lava Jato, o ácido serviçal da esquerda corrupta se rendeu as evidências e ao mérito dos integrantes da força-tarefa baseada em Curitiba que conseguiu fazer o gigante (a Odebrecht) se curvar de forma vergonhosa perante a nação e reconhecer os crimes que praticou em conluio com Lula, Dilma, o PT e outros políticos. A maioria da antiga base aliada dos governos petistas.

O jornalista publicou um vídeo onde ainda parece titubear diante dos fatos, mas  reconhece que "As relações do presidente Lula com os donos e dirigentes da Odebrecht - os principais responsáveis pelas delações divulgadas pela imprensa nos últimos dias - pode não ser ilegal. Mas não é ética. Não é digna de um líder popular com tamanha responsabilidade histórica". Como todo covarde, o nanico que embolsou mais de R$ 4 milhões do dinheiro do contribuinte durante os governos do PT, desabilitou os comentários no vídeo em que se despede da nau petista

Dado o caráter rasteiro de Paulo Henrique Amorim, há que se considerar que sua "rendição" é um gesto de um covarde oportunista que abandona suas fontes de receita quando percebe que o barco está afundando, que o circo está pegando fogo e os ratos e baratas fogem para um abrigo seguro. Acompanhe o relato do jornalista de aluguel arrependido no vídeo abaixo:

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget