linkaki

Os intelectuais do PT - Wadih Damous paga mico histórico ao comemorar inocência de Lula antes da hora - VÍDEO



Os aliados e simpatizantes do ex-presidente Lula passaram por um enorme constrangimento esta semana. Os blogs da esgotosfera e os defensores ferrenhos do ex-presidente passaram dias comemorado a notícia de que Lula foi inocentado no caso do triplex Guarujá (SP).

A euforia se propagou logo após o anúncio da Polícia Federal sobre o desfecho da Operação Triplo X - que investiga lavagem de dinheiro ocorrida na compra de vários apartamentos no mesmo prédio do Guarujá onde Lula também teria um imóvel.

Não se sabe se foi por burrice ou por desespero que os petistas comemoraram o desfecho da investigação, dizendo que Lula foi inocentado. Não prestaram atenção em um pequeno detalhe: a investigação era relativa a cinco imóveis ligados à Mossack Fonseca, escritório com sede no Panamá, especializado em abrir offshores (empresas no Exterior) para milionários que muitas vezes desejam ocultar seus bens. A PF concluiu que parte do prédio foi comprada pelo escritório internacional para limpar dinheiro de origem ilícita.

Acontece que Lula era investigado em outro inquérito sobre apartamentos do Condomínio Solaris. O caso dele foi um desdobramento da Operação Alheteia, na qual o petista é investigando por ter se beneficiado de gastos feitos por empreiteira OAS na cobertura reservada ao ex-presidente e sua família. Lula não foi inocentado, pois não era investigado na Operação Triplo X. Simples assim.

Os blogs de Paulo Henrique Amorim, o Brasil247 e o cafezinho são apenas alguns dos sites que pagaram o mico de comemorar uma notícia tão óbvia, sem sequer se dar o trabalho de ler os autos do processo. Um grupo de petistas chegou a organizar um "farofaço" na porta do Edifício Solaris para comemorar o desfecho da operação da PF. Ninguém se ligou que estavam comemorando o desfecho da operação errada.

Para desespero dos petistas, a Polícia Federal acabou por indiciar o ex-presidente Lula, a mulher dele, Marisa Letícia, morta em fevereiro, e ex-dirigentes da empreiteira OAS na investigação sobre o triplex em Guarujá. A euforia dos petistas durou pouco.

Mas um dos micos mais espetaculares deste episódio foi protagonizado pelo deputado Wadih Damous (PT-RJ). O petista gravou um vídeo para "comemorar" prematuramente inocência de Lula, delatado por Léo Pinheiro, seu ex-amigo e ex-presidente da OAS. Sem se dar conta da besteira que estava fazendo, o Pit Bull de Lula reclama pelo fato dos grandes órgãos da imprensa não terem noticiado o "fato" do petista ter sido inocentado pela PF. É claro que não noticiaram, pois isto nunca ocorreu. Para ficar ainda mais ridículo, o idiota ainda aproveitou o episódio para atacar a figura do juiz Sérgio Moro, que condenou o ex-presidente Lula a 9 anos e seis meses de prisão justamente no caso do triples. Lula será julgado na Segunda Instância no dia 24 de janeiro de 2018 pelo TRF-4, podendo tornar-se inelegível e até preso. Justamente no caso do Triplex que Damous comemorou tanto. Detalhe: Damous é advogado e foi presidente da OAB/RJ. Acompanhe o mico do Pit Bull do Lula no vídeo abaixo:

Informe seu Email para receber notícias :