\imprensa Viva
.

O custo da corrupção de Lula e Emilio Odrencht está na fila de desempregados, na fila do SUS e na alta criminalidade



O ex-presidente Lula fez um pacto com o diabo para conseguir se eleger e se manter no poder ao longo de mais de treze anos. O diabo em questão é o empresário Emílio Odebrecht, que viu o faturamento de seu grupo empresarial saltar de U$ 5 bilhões ao ano em 2003, ano do primeiro mandato de Lula, para U$ 140 bilhões em 2014, ano da deflagração da Operação Lava Jato.

Considerando tudo que Emilio Odebrecht conseguiu com Lula e o PT, não é difícil compreender a razão do excepcional desempenho financeiro de sua empresa durante a era PT de Lula e Dilma.

O empresário, seu filho Marcelo Odebrecht e outros 76 executivos e ex-executivos do grupo confessaram que conseguiram, através de esquemas de corrupção com o PT de Lula e Dilma uma série de vantagens competitivas e acesso direto aos cofres públicos. Acompanhe abaixo algumas das vantagens obtidas pelo Grupo por ter financiado o ambicioso plano de poder do PT:

1. Comprou votos e elaboração de leis,

2. Comprou apoio público e privado para fraudar concorrências;

3. Destinou dinheiro ilegal para campanhas eleitorais;

4. Comprou favores de servidores estatais ou paraestatais (Petrobras etc.) com o objetivo de vencer contratos, superfaturá-los e liberar pagamentos retidos;

5. Financiou a formação de partidos ou coalizões eleitorais;

6. Evadiu, lavou e sonegou dinheiro;

7. Comprou agilidade em trâmites burocráticos na alta administração em geral;

8. Investiu a fundo perdido na compra de simpatias de líderes políticos;

9. Subornou governos, políticos e sindicalistas a fim de evitar reivindicações trabalhistas;

10. Financiou negócios e despesas particulares de parentes e amigos de governantes;

11. Comprou dados sigilosos do governo.

12. Usou a influência do ex-presidente Lula para conseguir contratos no exterior.

13. Instruiu Lula sobre quais obras vender em Cuba, Angola, Venezuela e outros países.

14. Operou sem riscos e contou com dinheiro fácil, rápido e barato do BNDES

Tudo isso a um custo relativamente baixo. Somente na Petrobras, a Odebrecht causou um rombo de R$ 5.6 bilhões, mas gastou apenas R$ 300 milhões com as campanhas do PT e pouco mais de R$ 30 milhões para Lula.

O problema é que o dinheiro que a Odebrecht roubou dos cofres públicos com a conivência de Lula e Dilma custou caro para os brasileiros. A estimativa dos procuradores da República na Lava Jato é a de que a corrupção durante a era PT desviou dos cofres públicos cerca de R$ 205 bilhões ao ano durante 13 anos. O Dinheiro de apenas um ano de corrupção do PT daria para cobrir o rombo nas contas públicas deixado por Dilma, de cerca de R$ 170 bilhões.

Daria para multiplicar por dez vezes os gastos em saúde, segurança e educação, além de ampliar a oferta de crédito para pequenas e médias empresas em mais de dez vezes os valores destinados a empreendedores na última década.

Lula fez um pacto com o diabo, mas ainda vive no paraíso, viajando em jatinhos de luxo e usufruindo de todos os milhões que recebeu em propinas da Odebrecht. Já a vida de  uma parcela significativa da sociedade se transformou em um inferno, com o desemprego, a falta de atendimentos básicos na rede pública e os altos índices de criminalidade. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget