\imprensa Viva
.

Moro determina controle de petistas violentos no dia do interrogatório de Lula e autoriza polícia a descer a borracha



O Sérgio Moro confirmou que adiou o interrogatório do ex-presidente Lula a pedido da Secretaria de Segurança Pública do Paraná e da Polícia Federal por medida de segurança. A oitiva do petista estava prevista inicialmente para 3 de maio, mas foi adiada para 10 de maio para dar mais tempo de organizar o esquema de segurança no prédio da Justiça Federal em Curitiba.

O magistrado emitiu uma nota na qual deixou bastante claro que as autoridades não irão tolerar excessos de militantes petistas e determinou que as forças policiais atuem no controle dos mais violentos e na identificação de agitadores para que sejam tomadas providências. Militantes petistas ameaçam promover protestos violentos durante o interrogatório do ex-presidente Lula e até invadir o prédio da Justiça, caso Moro dê voz de prisão no petista.

Na decisão, Moro chamou defendeu o direito de manifestações de apoio ao petista, mas fez questão de salientar que “Manifestações são permitidas desde que pacíficas. Havendo, o que não se espera, violência, deve ser controlada e apuradas as responsabilidades, inclusive de eventuais incitadores.”

Em outras palavras, a Polícia vai descer a borracha nos petistas mais exaltados e prender agitadores profissionais infiltrados entre os manifestantes. Não vai ter colher de chá. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget