\imprensa Viva
.

Marina Silva também recebeu propina de R$1,25 milhão da Odebrecht, confirma executivo do grupo



A ex-petista Marina Silva não contrariou suas origens e também apareceu nas delações dos executivos do Grupo Odebrecht. O ex-presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht, se reuniu com a então candidata a presidente Marina Silva no Hotel Pullman, próximo ao aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e acertou pagar a ela R$1,25 milhão a titulo de “doação” para sua campanha, em 2014.

Segundo o ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht Alexandrino Alencar, em depoimento à força-tarefa da Lava Jato, foi a partir dessa reunião no hotel que Marina e Marcelo Odebrecht acertaram “ posicionamento e valores, valores culturais, não monetários, e estratégias". O executivo confirma que o encontro "Foi muito mais uma conversa de aproximação.”

A assessoria de Marina Silva confirmou a reunião com Marcelo Odebrecht, afirmando ter sido a a pedido dele, quando falaram das "principais propostas para o desenvolvimento sustentável do país".

A ex-senadora diz que não tratou de "nenhum assunto referente a financiamento de campanha", mas confirma que o empreiteiro doou R$ 598,5 mil para ela. Segundo Marina, os outros R$ 600 mil foram destinados ao diretório do partido que concorreu à eleição em 2014, o PSB, mas que o valor não foi direcionados à sua campanha.

A ex-senadora também recbeu R$ 500 mil do ex-bilionário Eike Batista.

Com informações do Diário do Poder
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget