\imprensa Viva
.

Mais uma tragédia na vida de Lula e do PT. Pedido de liberdade de Palocci na pauta do STJ. Depois vem a delação



O ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci, preso na Lava Jato, negocia um acordo de delação premiada junto ao Ministério Público Federal e ameaça multiplicar por 100 os problemas de Lula e do PT com a Justiça.

Este acordo de delação, que pode ser o primeiro envolvendo um membro da alta cúpula do partido, pode tirar de Lula e do PT todos os argumentos usados em suas linhas de defesa na Lava Jato. A perspectiva de que Palocci celebre o acordo de delação aterradora para Lula e para o PT e jogaria por terra três anos de narrativas exploradas em palanques, na imprensa e pelos advogados de defesa do petista. Palocci é o homem que pode confirmar a conta de Lula no banco de propinas da Odebrecht e os repasses criminosos para o PT ao longo dos últimos anos. Não sobrará argumentos para ninguém.

Há poucos dias, os senadores Roberto Requião (PMDB-PR) e  Lindbergh Farias (PT-RJ) foram ao Complexo Médico Penal de Pinhais para tentar convencer o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto a dissuadir Palocci da ideia de firmar um acordo de delação. No pacote de promessas, um pedido de liberdade do ex-ministro no STJ, que deve ser julgado nesta terça-feira, 18.

Antonio Palocci deu início às negociações para sua delação premiada. Há cerca de duas semanas ele teve uma reunião com a força-tarefa da Operação Lava Jato na Polícia Federal em Curitiba, onde está preso desde setembro de 2016.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget