\imprensa Viva
.

Mais um fracasso de Lula, CUT e Frente Brasil Popular. Ato para intimidar Sérgio Moro é um fiasco na internet



O ex-presidente Lula não se cansa de passar por humilhações virtuais. Para quem se diz o homem mais cotado para a Presidência da República do Brasil, o fiasco de suas empreitadas na internet para demonstrar força política é bastante contrastante.

Há poucos dias, o petista lançou uma vaquinha virtual com a despretensiosa meta de arrecadar R$ 500 mil. Considerando o número expressivo de militantes, de defensores nas redes sociais e de políticos filiados ao partido, bastava que cada um doasse apenas R$ 0,30 centavos para que a meta fosse alcançada em menos de uma hora. José Dirceu fez uma campanha similar e arrecadou mais de R$ 1 milhão em poucos dias.

Pois bem. A tal vaquinha do Lula não arrecadou nem a metade da meta, mesmo ficando online por mais de 20 dias. O que isto significa? Apareceram pouco mais de mil doadores que ainda acreditam no petista.

O objetivo da campanha era arrecadar dinheiro para o petista para ajudá-lo a bancar advogados, Lula está numa situação bastante delicada perante a Justiça e é réu em cinco ações penais e respondendo a pelo menos dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF).

O Comitê em Defesa da Democracia e do Lula lançou no início de dezembro, mas a mobilizações a favor do ex-presidente arrecadou menos da metade do valor através da doação de 1,6 mil pessoas físicas, segundo as informações na página do Catarse.

Logo em seguida, foi lançada outra campanha virtual com o pomposo nome de "Manifesto pede candidatura de Lula a presidente em 2018", lançado no último dia 2 de março. Apesar de não custar nada, bastava entrar num site e clicar num botão, os resultados foram novamente decepcionantes para a esquerda. Em oito dias, apenas 42.635 pessoas em todo o país declararam seu apoio a Lula.

Esta semana, A Frente Brasil Popular e a CUT Brasil, o PT, todos os sites de aluguel da esquerda e todos os movimentos sociais e sindicais controlados pelo partido lançaram mais um movimento em apoio a Lula que, daqui a um mês, vai depor ao juiz Sérgio Moro na capital paranaense. “Nas ruas por todos e por Lula”, foi a palavra de ordem escolhida para a manifestação prevista para o dia 3 de maio em Curitiba.

Para demonstrar sua "força" os organizadores abriram um “evento no Facebook” para receberem confirmações de presença dos militantes na capital paranaense. A meta é ambiciosa e pretende mobilizar nada menos que 100 mil pessoas marchando para Curitiba a favor de Lula e contra o juiz Sérgio Moro e a Lava Jato.

Logo nas primeiras 24 horas, o “evento no Facebook” registrou a incrível marca de 151 pessoas que se "comprometeram" a comparecer. Este número não abrange nem mesmo o universos de organizadores. Qualquer menino de 10 anos consegue criar um "evento" de vídeo game com mais de mil confirmações de presença em poucas horas. Se continuar assim, o ex-presidente Lula, que se diz a alma mais honesta do Brasil e o mais cotado para governar o país passará por outro vexame no mundo virtual e no mundo real.

O Comitê de Defesa da Democracia, do Estado de Direito e de Lula é formado por:
* Amigos do Ex-Presidente Lula
* CUT – Central Única dos Trabalhadores
 * Frente Brasil Popular (160 entidades)
* MTST – Movimento dos Trabalhadores Sem Teto

É muito barulho para pouco resultado efetivo. Se os admiradores do Lula se recusaram a doar R$ 0,30 centavos para sua vaquinha virtual, se não deram o trabalho de assinar sua petição online, que era de graça, que dirá marchar até Curitiba. É provável que os organizadores façam como de costume. Vão alugar alguns ônibus e vão para a periferia da capital paranaense catar militantes de aluguel para inflar o ato.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget