\imprensa Viva
.

Lula vai ter que pedir desculpas ao delegado Filipe Pace. MO confirmou a Moro que ex-presidente é o "amigo" da propina



O ex-presidente Lula sofreu uma dupla derrota nesta segunda-feira na Lava Jato.  O petista havia pedido a condenação do delegado da Polícia Federal, Felipe Hille Pace, por danos morais. Lula exigiu o pagamento de R$ 100 mil do delegado que levantou a suspeita de que o codinome “Amigo”, que aparece nas planilhas da Odebrecht era uma referência ao ex-presidente petista. O delegado da PF fez a citação no indiciamento do ex-ministro Antonio Palocci.

Na ação movida pelo petista, "os advogados pedem que, em reparação aos danos morais que teriam sido sofridos por Lula, Felipe Hille Pace pague R$ 100 mil reais ao ex-presidente, além dos custos processuais de Lula".

Pois bem. Nesta segunda-feira, o empresário Marcelo Odebrecht confirmou ao juiz Sérgio Moro que o ex-presidente Lula é de fato o ‘amigo’ que aparece nas planilhas de propinas milionárias da empreiteira. O executivo confirmou ainda que ‘Italiano’, outro codinome lançada na planilha – é uma referência ao ex-ministro Antônio Palocci e que ‘Pós Itália’ é na verdade o ex-ministro Guido Mantega, sucessor de Palocci na pasta da Fazenda.

Odebrecht confirmou os dados levantados durante as investigações da Operação Lava Jato e admitiu que R$ 4 milhões foram repassados ao Instituto Lula e na soma de R$ 12,4 milhões destinados a compra do prédio onde seria erguida a nova sede do Instituto.

Odebrecht disse no interrogatório que Palocci era ‘o principal interlocutor da empresa com o governo Lula’. Ele definiu o ex-ministro como ‘o intermediário’. Esclareceu todos os pagamentos lançados na planilha das propinas a Palocci, Lula e o PT.

Com informações do Estadão
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget