linkaki

Jurista destrói Lula diante de entrevistador de esquerda. Flavio Bierrenbach deixou Mário Sérgio Conti com a cara no chão



O  jurista, político e ex-ministro do Superior Tribunal Militar Flavio Bierrenbach, foi apresentado pelo jornalista de esquerda Mário Sérgio Conti com toda pompa como uma das últimas reservas morais do Brasil, em entrevista no Programa Diálogos, da GloboNews esta semana.

Ao ser indagado sobre a podridão dos partidos políticos revelada na Lava Jato, Bierrenbach falou sobre seu desencanto com o PT, mas destacou sua eterna reticência quanto ao PT: "Só não entrei no PT por uma única razão: o Lula. Não gostei do Lula.  O Lula era e continua sendo maior do que o PT"

"A maior parte dos meus eleitores, dos meus amigos, dos meus cabos eleitorais, todo mundo entrou no PT. Mas eu não gostei do Lula" O jornalista Mário Sérgio Conti fica curioso e embaraçado com a franqueza do entrevistado e pergunta porque a antipatia contra o ex-presidente.

Flavio Bierrenbach explica que conheceu Lula num jantar entre deputados de todo o país e diz que viu Lula mandar um grande intelectual calar a boca, numa demonstração de sua peculiar arrogância. O jurista afirma que aquela atitude o fez se decidir a nunca entrar no PT:

"No dia que eu entrar no PT, o Lula vai me mandar calar a boca", disse Bierrenbach a um entrevistador bastante desconcertado.




Informe seu Email para receber notícias :