\imprensa Viva
.

Explicado porque Vagner Freitas queria pegar em armas para defender Dilma. CUT também recebia propina da Odebrecht



Muitos devem se lembrar do episódio em que o sindicalista Vagner Freitas, presidente da CUT, convocou seus companheiros a pegar em armas para impedir a queda da ex-presidente Dilma Rousseff. O fanfarrão fez sua ameaça durante uma cerimônia em pleno Palácio do Planalto e ao lado da própria Dilma.

“Somos defensores da unidade nacional na construção de um projeto nacional de desenvolvimento para todos e para todas. E que isso implica agora nesse momento ir para as ruas entrincheirados com arma na mão se tentarem derrubar a presidenta Dilma Rousseff”, ameaçou Vagner Freitas.

O fato ocorreu durante uma das várias reuniões com integrantes de movimentos sociais favoráveis ao governo convocadas por Dilma as vésperas de seu impeachment. A petista vibrou quando ouviu o presidente da CUT falar em trincheiras e uso de armas para defende seu mandato.

Mas o real motivo de tanto desespero e histerismo dos aliados da petista naqueles dias sombrios não era propriamente a devoção à Santa Vítima do Golpe. Assim como Gleisi Hoffmann, Lindbergh Farias, Maria do Rosário, Kátia Abreu, Humberto Costa e outros desesperados com o impeachment, Vagner Freitas também comia propina da Odebrecht.

Nos vídeos liberados pelo STF esta semana contendo os depoimentos dos delatores da Odebrecht, o executivo Henrique Valadares relatou à Operação Lava Jato que a empreiteira fez pagamentos de propina para diretores da CUT em várias oportunidades.  “O pessoal da CUT costumava cobrar pedágios mensais para eles não apoiarem greves, atos de violência, esse tipo de coisa.”, confirmou o executivo. A CUT foi identificada por Henrique Valadares nas planilhas do banco de propina da Odebrecht pelo codinome de "Barbudos".

Vale a pena ver de novo o desespero de Vagner Freitas diante da possibilidade de perder as mamatas do governo Dilma e ainda ter expostos seus esquemas de corrupção com a Odebrecht. Os diretores da CUT recebiam propina para enganar os operários filiados que lhes pagam o imposto sindical para defender seus interesses. Vagner Freitas temia ser desmascarado como traidor da classe trabalhadora.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget