\imprensa Viva
.

Espetáculo ridículo protagonizado por Lula comprova sua falta de inteligência



Não há como não admitir que o ex-presidente Lula tenha demonstrado uma extraordinária habilidade em ordenar as peças podres do tabuleiro político do país por mais de uma década. De mesmo modo, é preciso reconhecer que o petista possui um talento fora do comum de se comunicar com a parte desinformada da sociedade. Lula sabe que existem milhões de brasileiros que não sabem ler e outros tantos que não têm tempo para ler notícias ou assistir aos telejornais. O petista sabe ainda explorar os anseios de vida boa e pouco trabalho cultivado por militantes, simpatizantes e ativistas de esquerda.

Mas nada disso significa que Lula seja um cara inteligente, por assepsia desta condição. Esperteza não tem nada a ver com inteligência. Enquanto se comunica apenas com aqueles que estão dispostos a ouvir qualquer coisa que saia de sua boca, Lula peca por ignorar que suas artimanhas estão ampliando sua rejeição popular e complicando sua vida na Justiça.  Lula está se tornando vítima da incompreensão das pessoas que acham que ele é inteligente. Ao optar pelo campo político para se defender das acusações que pesam contra ele no campo jurídico, Lula jogou fora qualquer chance de enfrentar seus processos com um mínimo de dignidade. Lula parece ininteligível diante da serenidade do juiz Sérgio Moro. Lula parece um analfabeto diante do modo quase didático com que os procuradores da República descrevem seus crimes nas denúncias.

Ao fazer seu joguinho de cena desafiando as autoridades a provar as acusações que pesam contra ele, Lula tenta angariar a simpatia e a comiseração de seus admiradores. Mas ao mesmo tempo, o petista sepulta qualquer possibilidade de ser levado a sério por pessoas razoáveis. Defender Lula está ficando cada vez mais difícil não apenas para seus advogados, mas também para seus aliados políticos, artistas e jornalistas de aluguel. Estas pessoas não se comunicam apenas com pessoas de inteligência elementar, como Lula faz. Ao contrário do petista, que não se permite entrevistar ou ser questionado publicamente sobre sua delicada situação, seus defensores estão passando por uma série de constrangimentos nos últimos meses. 

A falta de inteligência de Lula ao deixar de perceber que escolheu um caminho sem volta é tão ostensiva que nem João Santana seria capaz de convencê-lo que está equivocado. O espetáculo ridículo protagonizado por Lula não alcança pessoas mais esclarecidas, seus julgadores ou a imprensa de modo geral. Alcança apenas aqueles que nada podem fazer por ele neste momento, a não ser chorar por sua eventual prisão. 

Já passou do momento de Lula seguir o exemplo de outros membros de seu partido, como Edinho Silva, Eduardo Suplicy, Gleisi Hoffman e Tarso Genro, admitindo a corrupção do PT. Agora é tarde para voltar atrás e reconhecer que se entusiasmou excessivamente por um plano de poder ambicioso e que errou ao escolher a corrupção como mola propulsora deste projeto. Lula terá que continuar mentindo até o dia de sua prisão. Dentro de uma cela, o petista terá bastante tempo para decidir se prefere se tornar um mártir para militantes cativos ou se finalmente abre o jogo sobre seus esquemas criminosos. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget