\imprensa Viva
.

Dona da fazenda invadida desmente MST "Tentaram invadir a sede da propriedade e estão tentando se fazer de vítima."



A dona da fazenda Norte América, em Capitão Enéas (MG), Marcia das Graças Andrade, desmentiu a nota do MST sobre o incidente que deixou três integrantes do grupo baleados durante conflito entre seguranças da propriedade.

Em nota, a proprietária da fazenda ocupada desde janeiro negou que seus funcionários tenham praticado atos violentos contra os sem-terra. Marcia das Graças Andrade, dona da fazenda, afirma que o MST agiu para "propagar mentiras com o exclusivo intuito de desestabilizar a atuação da Polícia Militar e do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais no caso"

A propriedade foi reconhecida por uma decisão liminar de reintegração de posse, em favor dos donos da fazenda. A decisão foi expedida em 21 de fevereiro pelo juiz Octávio de Almeida Neves, da Vara Agrária de Minas Gerais.

Em entrevistá ao jornal Folha de São Paulo, o advogado da proprietária da fazenda, Élcio Carneiro, afirma que o MST "provocou uma situação" para conturbar o cumprimento da ordem judicial e impedir a reintegração de posse das terras.

"Eles dizem que foram alvos de uma tocaia, mas estão tentando se fazer de vítima. Foram os sem-terra, alguns deles armados, que tentaram invadir a sede da propriedade de forma agressiva, inclusive tomando funcionários como reféns", afirma o advogado.

Segundo o MST, os integrantes do movimento foram até a sede da fazenda para uma reunião com o administrador do local, mas foram recebidas a tiros.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget