\imprensa Viva
.

Dilma se irrita nos EUA ao saber que caiu de vez na Lava Jato e que seu processo vai para as mãos de Sérgio Moro



A ex-presidente Dilma Rousseff reagiu da pior maneira possível ao ser informada que os inquéritos abertos contra ela pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, vão parar na mesa do juiz Sérgio Moro em tempo recorde. A petista ficou irritadíssima ao saber que não haverá nem tempo para buscar foro privilegiado nas eleições de 2018, pois a expectativa é que antes disso ela já tenha sido condenada e impossibilitada de concorrer a cargos eletivos pela Lei da Ficha Limpa.

Interlocutores tentaram minimizar o impacto da notícia, afirmando que Dilma não corria o risco de prisão imediata e que poderá recorrer de eventuais sentenças. Mas a tentativa de confortá-la acabou irritando ainda mais a petista, que reagiu explosivamente a notícia de que havia caído definitivamente na Lava Jato.

"A Dilma sempre foi grossa com seus auxiliares em diversas circunstâncias, mas desta vez acho que ela exagerou na dose", afirmou o contato no Brasil de um dos assessores da ex-presidente que viajou com ela para os Estados Unidos no início do mês. A fonte não quis fornecer maiores detalhes sobre a reação explosiva de Dilma.

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, deve encaminhar nos próximos dias todos os inquéritos contra pessoas sem foro privilegiado para a primeira instância. No caso da ex-presidente Dilma, seu inquérito será remetido para a 13ª Vara Federal de Curitiba, aos cuidados do juiz Sérgio Moro. Caberá ao magistrado dar andamento aos inquéritos oriundos da delação dos 78 executivos da Odebrecht. A ex-presidente Dilma está implicada em crimes como lavagem de dinheiro, organização criminosa e falsidade ideológica eleitoral.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget