\imprensa Viva
.

Dilma se desespera com bobagens que disse em entrevista e deixa juristas perplexos com tanta burrice



A ex-presidente Dilma Rousseff caiu na armadilha da própria língua durante entrevista que concedeu pouco antes do início do julgamento do Tribunal Superior Eleitoral, que investiga o uso de dinheiro roubado em sua campanha.

Além de se atrapalhar ao falar sobre um encontro que teve com o executivo Marcelo Odebrecht, a petista confirmou as informações dos advogados do presidente Michel Temer, que alegam que ele não teve nenhuma relação com os gastos da campanha presidencial de 2014.

Ao ser questionada sobre o alerta de que a Lava Jato chegaria ao uso de remessas ao exterior em sua campanha, feito pelo executivo Marcelo Odebrcht em encontro no México, Dilma tentou se esquivar do assunto e afirmou que não prestou atenção no que o executivo lhe falou por que estava com vontade de ir ao banheiro fazer o número 2.

A petista também se atrapalhou quando tentou complicar a vida de Michel Temer, implicando-o também no uso de recursos de caixa 2 de sua campanha. Dilma afirmou que seu comitê financeiro custeou quase todas as despesas de Michel Temer, de jatinhos ao pagamento de salário de assessores, e foi responsável pelo grosso da arrecadação, Dilma praticamente corroborou a tese de que Temer não teve a chamada “responsabilidade objetiva” por eventuais irregularidades no caixa.

A petista foi chamada de anta pelos próprios advogados e membros do PT, que entraram em pânico com tantas bobagens ditas na entrevista. "foi praticamente um suicídio político" afirmou um interlocutor da petista, que deve ter seus direitos políticos cassados pela Justiça Eleitoral por oito anos.

“É um desastre completo essa entrevista agora!”, afirmou chocado um jurista simpático ao PT diante das declarações de Dilma, dadas ao jornal Folha de S.Paulo. Dois ministros do TSE expressaram a mesma opinião.

Para piorar a situação, o executivo Marcelo Odebrecht confirmou em depoimento que Dilma não foi a única alertada por ele sobre "contaminação" da campanha da petista e o risco de cair na Lava Jato. O executivo confirmou em depoimento no TSE que avisou todas as pessoas envolvidas naquela campanha, como Mônica Moura, Jacques Wagner, Fernando Pimentel, Giles Azevedo, Guido Mantega e Edinho Silva.

Procurada para comentar o assunto, Dilma preferiu não se manifestar.



_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget