\imprensa Viva
.

Dilma é vaiada durante palesta em Harvard. Petista não respeita regras nem nos Estados Unidos



A ex-presidente Dilma Rousseff participou neste sábado no seminário Brazil Conference, organizado pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), e insistiu na narrativa de que foi vítima de um "golpe" no Brasil.

A petista voltou a negar as pedaladas que afundaram o país na maior crise desde a grande depressão de 1929 e afirmou que foi "impinchada" injustamente. A petista foi vaiada em mais de uma oportunidade.

Dilma também tentou defender o ex-presidente Lula, que foi evitado pelos organizadores do evento em virtude de sua condição de réu em cinco ações penais no Brasil e por ser alvo de outros tantos inquéritos.

A petista mentiu sobre os índices de aprovação de Lula em pesquisas de intenções de votos e se disse preocupada com uma eventual prisão de Lula.

— Ele tem 38% nas pesquisas, depois de tudo o que fizeram com ele. Não me importa se ele ganhará ou perderá. Deixem ele concorrer para ver se ele não vence...como não se tratava de uma plateia de militantes petistas, foi vaiada novamente por um pequeno grupo.

A petista foi informada que o tempo programado para sua fala já havia se esgotado e se queixou imediatamente. "Vocês querem que eu fale tudo isso em 10 minutos? Impossível. Fui presidente e fui impichada.", reclamou a petista que havia concordado com as regras da conferência previamente. Como se vê, Dilma não gosta de respeitar as regras em lugar algum. Nem nos Estados Unidos.

A plateia demonstrou alívio quando Dilma finalmente terminou sua lenga-lenga do golpe. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget