\imprensa Viva
.

Como qualquer bandido frio e calculista, Lula nunca se diz inocente. Desafia autoridades e exige que provem crimes



Pode até ser que a partir desta matéria, o ex-presidente Lula se dê conta de que tem agido como outros criminosos que desafiaram as autoridades a comprovar seus crimes e acabaram indo parar detrás das grades. Talvez nem mesmo o petista tenha se dado conta, mas pelo menos até o momento, Lula ainda não foi capaz de dizer uma frase elementar em muitos casos: "Eu sou inocente".

Geralmente, é desta forma que pessoas inocentes reagem quando são acusadas de algo que não fizeram ou de algum crime que não cometeram. Até o momento, Lula só exigiu provas, algo bem típico daqueles que acreditam ter cometido o crime perfeito.

Durante entrevista à rádio Fan, de Sergipe, Lula voltou a desafiar as autoridades: "Duvido que eles encontrem cinquenta centavos meus em algum lugar do mundo. Eles têm que provar tudo que eles falaram até agora. Eu quero que eles apresentem uma conta".

Quem não se lembra do caso do motoboy Sandro Dota, responsável confesso pela morte e estupro de sua própria cunhada, a universitária Bianca Consoli, de 19 anos, em setembro de 2011. Durante as investigações sobre o cado, Dota concedeu várias entrevistas onde negou ter cometido o crime, forneceu álibis, especulou, invetou teorias conspiratórias e fez um verdadeiro espetáculo midiático no qual posava de vítima das autoridades. Sobre o crime de estupro, seu advogado de defesa, Aryldo de Paula, chegou a afirmar que o réu não pode ser condenado com base em presunções e indagou se os jurados consideravam seguras as provas no processo.


Em duas semanas, Lula estará frente a frente, pela primeira vez, com o juiz Sergio Moro,
responsável pela Operação Lava Jato na 13ª Vara Federal em Curitiba. O ex­presidente se diz
tranquilo para o encontro. "Não vou ter que provar minha inocência, eles que vão ter que provar a
minha culpa".

O petista responde pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro e é acusado de ter se beneficiado de um esquema de propinas com a empreiteira OAS, que tinha como sócio seu amigo Léo Pinheiro. O executivo já confirmou em depoimento ao juiz Sérgio Moro que Lula é mesmo o beneficiário de propinas oriundas da Petrobras e confessou ter reservado o triplex no Guarujá, reformado o imóvel e o sítio em Atibaia e ainda ter custeado o transporte e armazenagem de 13 contêineres que Lula trouxe de Brasília para São Paulo quando deixou a Presidência em janeiro de 2011. Os R$ 3.7 milhões queixados pelo Ministério Público Federal forma mesmo propina, segundo o ex-presidente da OAS e ex-amigo de Lula. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget