\imprensa Viva
.

Assim como Lula, petistas não querem saber se ele é ou não culpado. Querem provas.



O comportamento dos petistas nas redes sociais está mudando. Os poucos que ainda se arriscam expor aderiram ao cinismo de seu líder e já assumem que "Lula é malandro e não deixou rastros sobre seus crimes" e querem ver o juiz Sérgio Moro provar as acusações que pesam contra ele.

É difícil avaliar se a maioria destas pessoas são os velhos MAVs (Militância Ativa Virtual), um grupo composto por milhares de petistas remunerados e instruídos a repercutir narrativas nas redes sociais. No entanto, é certo que boa parte dos que tentam justificar os crimes de Lula são filiados do PT e funcionários comissionados de prefeituras petistas.

O fato é que milhares de simpatizantes de Lula e do PT estão abandonando suas convicções, após as revelações dos executivos do Grupo Odebrecht, que retratam o petista como um corrupto contumaz a serviço da empreiteira. Lula é ridicularizado até mesmo pelo patriarca do Grupo, Emílio Odebrecht, que disse em depoimento que o petista não tem nada de esquerda, que gosta de uma vida boa, de uma cachacinha, etc.

A figura repugnante de Emílio, um velho bilionário que, para não ir em cana, não demonstra qualquer pudor em admitir que roubou o povo brasileiro, torna a figura de Lula ainda mais imoral, já que o petista se submeteu aos interesses de gente tão mesquinha em troca de pequenos favores e alguns trocados.

O petista histórico Paulo Delgado reconheceu em entrevista ao Valor Econômico que "A relação de Lula com Emílio Odebrecht é de bajulador", Que "O PT é maior que Lula" e que o petista precisa calar a boca diante de tantas denúncias graves: "Lula deve ao Brasil um período de silêncio, para que a sociedade possa refletir sobre o que aconteceu”.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget