\imprensa Viva
.

O mico do século. Funcionários gravaram vídeo defendendo Marcelo Odebrecht pouco antes dele se assumir um bandidinho



Pouco antes do empresário Marcelo Odebrecht assumir sua conduta criminosa em seu acordo de colaboração com a Lava Jato, familiares, amigos e funcionários da empreiteira fizeram uma ampla campanha de apoio ao executivo, na qual juravam que ele era inocente. O grupo produziu até mesmo um vídeo em apoio ao criminoso confesso.

Até mesmo o pai de Marcelo, Emílio Odebrecht, participou da pataquada e logo depois, também confessou seus crimes em coluio com os governos petistas de Lula e Dilma. No vídeo, o empresário que foi condenado a quatro anos de prisão em regime aberto, dizia que a prisão de seu filho era uma “injustiça”: “A família Odebrecht nos inspirou a isso. Somos solidários a você e a todos que vivem as dores da injustiça. Jamais me ausentarei. Jamais me escondi e muito menos abdiquei das minhas responsabilidades. Não o farei agora. Jamais os abandonarei”, dizia o bandido pai.

Na peça, Marcelo era chamado de “executivo brilhante, homem de família, de hábitos simples, de responsabilidade como pai e esposo”. As imagens mostravam funcionários carregando placas com as hashtags #SomosOdebrecht e #EuconheçoMarceloOdebrecht.

A onda de manifestações em apoio ao empresário corrupto começou com uma declaração de sua prima, Solange Odebrecht, nas redes sociais. Posteriormente, amigos e funcionários organizaram o movimento de modo espontâneo e acabaram pagando o mico do século. O próprio Marcelo Odebrecht confessou toda a sua gatunagem ao lado de Lula e Dilma, os ex-presidentes petistas que abriram os cofres do governo em troca de propinas para si e para seu partido, o PT. Acompanhe no vídeo abaixo o mico dessa galera:

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget