\imprensa Viva
.

Lula queria prisão de Moro, indenização e perda do cargo. Mulher do juiz pegou caso e destruiu o petista no Tribunal



A esposa do juiz federal Sérgio Moro, Rosângela Wolff Moro, impôs uma derrota humilhante ao ex-presidente Lula na ação que o petista movia contra o magistrado  no Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, em Porto Alegre.

Na ação, Lula alegava que foi vítima de Sérgio Moro, que teria praticado abuso de autoridade durante a 24ª fase da Operação Lava Jato. A defesa do petista citou na ação a condução coercitiva de Lula para depor em março do ano passado, além dos mandados de busca e apreensão de bens do político e as interceptações de conversas telefônicas, entre elas um diálogo com Dilma, divulgada por Moro, no qual o petista combinava um cargo de ministro para conseguir foro privilegiado. 

Por estas acusações, Lula queria que Sérgio Moro fosse preso por seis meses, pedia uma multa a Moro de até R$ 5 mil, perda do cargo e inabilitação do exercício de função pública por até três anos. Rosângela Wolff Moro classificou a queixa-crime como uma tentativa de intimidar o Poder Judiciário e lembrou uma das falas de Lula captada em interceptação na qual o ex-presidente afirmava que os juízes “tem que ter medo”. 

Lula e seus advogados tiveram todos seus argumentos refutados por unanimidade pela 4ª Seção do TRF4, formada pelos desembargadores das 7ª e 8ª Turmas, especializadas em Direito Criminal, competente para julgar queixas contra juízes federais.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget