linkaki

Lula perde mais uma. Antes de interrogar o petista em maio, Moro autoriza PF a abrir as caixas "sítio e praia"



Em breve, o Brasil inteiro vai saber o que há dentro das duas caixas pertencentes ao ex-presidente Lula, identificadas com as palavras “praia” e “sítio”, apreendidas no galpão do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP).

Apesar da forte resistência apresentada pelos advogados de Lula, o juiz federal Sérgio Moro atendeu a um pedido do Ministério Público Federal, MPF, e autorizou Polícia Federal a abrir e analisar o conteúdo de duas caixas apreendidas junto com outros objetos trazidos por Lula de Brasília quando deixou a Presidência em janeiro de 2011. Moro deu um prazo de 20 dias para que a Polícia Federal apresente as conclusões sobre a perícia.

Isto significa que quando o ex-presidente Lula for depor perante o juiz Sérgio Moro em maio, o magistrado já terá pleno conhecimento sobre o que há nas duas caixas. AS inscrições “praia” e “sítio” indicam que o destino dos objetos ali contidos poderia ser o sítio de Atibaia e o Triplex no Guarujá.

A defesa do ex-presidente Lula ainda tenta impedir que o conteúdo das duas caixas seja vistoriado pela PF e diz que já recorreu da decisão. Oa advogados de Lula alegam que Moro não tem competência legal para julgar questões referentes ao acervo da Presidência da República.

Informe seu Email para receber notícias :