\imprensa Viva
.

Lula está em Brasília e será interrogado como réu da Lava Jato, acusado pelo crime de obstrução de Justiça



O ex-presidente Lula será interrogado pela 1ª vez como réu em ação relacionada à Lava Jato nesta terça-feira (14), a partir das 10h, na sede da Justiça Federal de Brasília. O petista será questionado em juízo sobre sua participação no crime de obstrução de Justiça, no episódio envolvendo a tentativa de comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró e impedir que o executivo firmasse um acordo de delação com o Ministério Público Federal.

Lula chegou a pedir para prestar este depoimento através de vídeo conferência, mas teve seu pleito negado pelo juiz federal Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal. O petista é acusado de tentar"atrapalhar" as investigações da Lava Jato e figura como réu aa ação penal ao lado do pecuarista José Carlos Bumlai, do ex-senador Delcídio Amaral e de mais três envolvidos no esquema.

O ex-senador petista Delcídio do Amaral acusou Lula de participação no crime de tentativa de obstrução de Justiça. Segundo o ex-senador, Lula foi o mandante de um esquema para tentar comprar o silêncio de Nestor Cerveró. Delcídio disse ter procurado Maurício Bumlai, filho do pecuarista José Carlos Bumlai, e obtido repasses em dinheiro vivo. Delcídio também ofereceu ao filho de Cerveró uma mesada de R$ 50 mil, que seria financiada pelo banqueiro André Esteves, do BTG Pactual. O caso levou à prisão de Delcídio em novembro de 2015. Ele foi solto em fevereiro de 2016 após firmar acordo de delação premiada. A Justiça Federal do DF aceitou denúncia contra os envolvidos em julho do ano passado.

Se ter candidatos à Presidência suspeitos de envolvimento em corrupção já é uma vergonha para qualquer cidadão de qualquer nação, o que dizer de um pretenso candidato réu em nada menos que cinco ações penais e alvo de outros três inquéritos criminais?

Caso Lula seja condenado nesta ação penal, ele poderá cumprir sua sentença em liberdade por ser réu primário, mas perde esta condição em outros processos criminais e pode ser condenado e preso em qualquer ação penal no futuro. O petista pode ainda perder seus direitos políticos se tornar inelegível por oito anos, caso sofra alguma condenação neste caso.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget