\imprensa Viva
.

Lula e Dilma estão no "quadrilhão" - a maior investigação da história do STF. Agora turbinada com mega delação



Os ex-presidentes Lula e Dilma, que encabeçam a lista de pedidos de abertura de inquéritos do procurador-geral da República, Rodrigo Janot enviada ao Supremo Tribunal Federal, também fazem parte do maior caso em curso na Corte.

Tratada como  “quadrilhão”, a maior investigação do STF apura justamente os desvios descobertos na Petrobrás sob investigação na Lava Jato ocorreram entre 2004 e 2014 nas gestões dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.

Na lista de pedidos de abertura de inquéritos enviada por Rodrigo Janot, ao STF, há solicitações para as revelações de delatores da Odebrecht sejam incorporadas aos inquéritos já existentes sobre a quadrilha na Lava Jato. Rodrigo Janot chegou a apontar o ex-presidente Lula como sendo o chefe da organização criminosa investigada no “quadrilhão”.

Com a chegada da nova lista de Janto nas mãos do ministro Edson FachiN, relator dos processos da Lava Jato no Supremo, a maior investigação do STF deve incluir o nome da ex-presidente Dilma Rousseff como um dos integrantes mais atuantes no “quadrilhão”. A situação dos dois petistas deve se complicar ainda mais, já que a apuração do crime de formação de quadrilha é considerada uma das linhas mais importantes da primeira leva de inquéritos enviada por Janot na Lava Jato.

Até bem pouco tempo, segundo os procuradores da Lava Jato, a tese da existência de uma quadrilha era a mais difícil de se comprovar. Mas agora com as novas revelações dos delatores da Odebrecht, que ajudam a “contar a história” mais detalhadamente, o STF passa a contar com elementos suficientes para incriminar a maior parte dos envolvidos.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget