\imprensa Viva
.

Lula continuará fazendo política na prisão, subornando carcereiros em troca de cachaça. Há vida por trás das grades



A capacidade de adaptação do ser humano é algo realmente impressionante. Há quem diga que não suportaria viver em determinadas condições, mas basta cair em tal situação e a pessoa logo se ajusta a nova realidade.

Um bom exemplo desta capacidade extraordinária do ser humano pode ser observado entre a população carcerária do Brasil, onde a maioria vive em condições pouco adequadas. Caso seja transferido para o  Complexo Médico Penal de Pinhais, CMP, na região metropolitana de Curitiba. o ex-presidente Lula poderá se considerar um sujeito de sorte. Além de celas confortáveis, o petista terá a oportunidade de retomar o convívio com velhos amigos, como os ex-ministros José Dirceu, Antonio Palocci, o ex-tesoureiro João Vaccari e outros companheiros que lhe permaneceram fiéis todo este tempo que estão na prisão.

É provável que Lula não se dê muito bem com a turma de ex-amigos delatores, como Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro. Mas o petista tem a política no sangue e logo logo, começa a cultivar seus velhos hábitos no novo microcosmo do CMP. Em poucos dias, o petista deve colocar em prática seus velhos métodos para obter vantagens ilícitas na prisão. Manhoso e influente entre os demais presos, Lula deve conseguir artigos de luxo, como garrafas de cachaça, cigarros e até mesmo telefones celulares para si e seus companheiros. E entre um jogo de baralho e outro, o tempo vai passando rapidinho.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget