\imprensa Viva
.

China, União Europeia, Coreia do Sul e Chile restringem compras de carne brasileira



As revelações da Operação "Carne Fraca" da Polícia Federal levaram vários países a rever as transações com a carne comercializada pelo Brasil no exterior. As vendas de carne para para muitos países já começam a sofrer restrições de mercados importantes, como os da União Europeia (UE) América do Sul e da Ásia, que anunciaram hoje (20) restrições a importações de carne brasileira e cobraram esclarecimentos.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a Comissão Europeia para assuntos de Saúde, órgão da UE, exige que os produtos das empresas envolvidas no escândalo da carne sejam impedidos de entrar no continente europeu. Caso as empresas envolvidas não sejam retiradas, toda a importação de carne brasileira pode ser suspensa. A Comissão da UE pede ainda que o Brasil responda com urgência questionamentos relativos à Operação Carne Fraca, e que os países do bloco adotem "vigilância extra" para os produtos brasileiros do setor de carne. Os europeus também devem levar a questão para a Organização Mundial de Comércio.

A China também informou ao ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que suspendeu por uma semana os embarques de carne brasileira para o país. A orientação dos importadores das carnes da JBS/Firboi tem sido "intensificar" a fiscalização de produtos vindos do Brasil. A União Europeia, composta por 28 países, não descarta a proibição da entrada de produtos das empresas envolvidas. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget