\imprensa Viva
.

A pedido de Lula, Odebrecht pagou "mesada" por mais de dez anos para seu irmão, Frei Chico



O ex-presidente Lula pediu que a Odebrecht pagasse uma mesada de R$ 5 mil ao seu irmão mais velho, José Ferreira da Silva, conhecido como Frei Chico. Os detalhes sobre a "ajuda financeira" constam na delação de Alexandrino Alencar, ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht.

Segundo o executivo, a empreiteira repassou o dinheiro ao irmão de Lula ao longo dos dois governos do petista (2003 a 2010). A mesada teria sido interrompida apenas com a deflagração da operação Lava Jato, quando vários executivos da empreiteira foram presos.

A delação do executivo se soma a outras acusações de envolvimento da família de Lula com esquemas na Odebrecht. Alexandrino Alencar também confirmou que a Odebrecht bancava despesas do filho caçula de Lula, Luis Claudio Lula da Silva e disse ainda que a mulher do petista, Marisa Letícia, pediu que a Odebrecht assumisse as reformas do sítio em Atibaia.

Lula usou ainda seu sobrinho, Taiguara Rodrigues, para embolsar cerca de R$ 30 milhões da Odebrecht em troca da atuação do ex-presidente em favor da empreiteira em Angola.

Como já era de se esperar, Alexandrino Alencar também confirmou que a Odebrecht repassou R$ 3 milhões de reais a Lula por conta das palestras falsas que o petista afirma ter vendido para o grupo empresaria. Na verdade, as viagens de Lula nos jatinhos da empreiteira eram para que o petista pudesse vender serviços da empreiteira em outros países.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget