\imprensa Viva
.

Rodrigo Maia barrou CPI da UNE em troca de apoio dos comunistas do PCdoB, suspeitos de desvios milionários na entidade



Após selar um acordo com parlamentares do PCdoB em troca de apoio para sua eleição para o cargo de presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) está cumprindo direitinho seu compromisso de fazer de tudo para barrar a CPI da UNE.

Protocolado há cerca de cinco meses com o aval de mais de cem parlamentares, o requerimento para a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar repasses milionários para União Nacional dos Estudantes, UNE, ainda está parado na gaveta de Maia.

A CPI deveria ser criada para investigar  o envolvimento de integrantes do PCdoB em desvios de recursos destinados para a instituição, que se colocou a serviço do PT e dos governos de Lula e Dilma ao longo dos últimos anos.

Maia agora se sente "constrangido" em autorizar a abertura da CPI, já que contou com o apoio dos comunistas do PCdoB para segurar a CPI. Segundo o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), um dos autores do pedido, Maia o teria procurado para sugerir  que ele pedisse a instalação de uma comissão mista, que não dependeria da autorização do presidente da Câmara. Este foi um claro sinal de que Rodrigo Maia não irá autorizar a abertura da CPI de forma alguma.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget